Preso acusado de matar sogro em São Paulo do Potengi

Depois de denúncias anônimas, a polícia teve a informação de que Joelson estava escondido em casa de familiares, no município de Serra de São Bento.

Redação,
Acusado de cometer um homicídio em São Paulo do Potengi, no último dia 4, Joelson Paulino Batista, de 24 anos, foi preso na quarta-feira (14), num trabalho integrado entre as equipes da polícia militar e da polícia civil do município de São Paulo do Potengi.

O crime aconteceu em um bar, depois de uma discussão entre Joelson e seu sogro, José Erivan Batista Dantas. A vítima foi atingida com três disparos de pistola 6.35. José Erivan foi levado ao Hospital Regional de São Paulo do Potengi, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a polícia, Joelson cometeu o crime porque a vítima não aceitava o relacionamento da filha, de 14 anos, com o acusado. Depois de mais de um ano de relacionamento com a adolescente N.S.D., e vendo que o pai da menina não aceitava o casamento dos dois, Joelson resolveu matar Erivan.

O crime ocorreu na comunidade Cabaço, São Paulo do Potengi. Testemunhas presenciaram quando o marido da adolescente sacou a pistola e disparou os três tiros contra a vítima.

Após o crime, os policiais foram acionados e iniciaram diligência. Como o acusado conseguiu fugir, foi aberto inquérito policial e expedido mandado de prisão preventiva.

Depois de denúncias anônimas, a polícia teve a informação de que Joelson estava escondido em casa de familiares, no município de Serra de São Bento. Efetuada a prisão, Joelson será encaminhado para o Presídio Provisório Raimundo Nonato, na Zona Norte.

Fonte: Assessoria de imprensa da Degepol.
A+ A-