Polícia Civil abre investigação contra empresário que violou o isolamento

Francisco Chagas Neto organizou uma festa quando estava isolado, com suspeita de infecção.

Da redação, Polícia Civil,

SELO-CORONA-100A Delegacia Municipal de Carnaubais divulgou, nesta quinta-feira (2), que instaurou um inquérito policial contra o empresário Francisco Chagas Neto, 28 anos, pela suspeita de ter cometido crimes vinculados à disseminação da Covid-19 em território potiguar. 

O suspeito está sendo investigado pelo cometimento de três crimes: praticar, com o fim de transmitir a outrem moléstia grave de que está contaminado, ato capaz de produzir o contágio; causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos e o crime de infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Segundo as investigações, Francisco Chagas Neto organizou uma festa, no dia 28 de março, quando estava em período de isolamento, devido à suspeita de estar contaminado com a Covid-19.  Aproximadamente 20 pessoas participaram da festa que aconteceu na cidade de Carnaubais no Oeste potiguar. Um dia após a comemoração, o resultado do exame de Francisco Chagas deu positivo para a Covid-19.

Tags: coronavírus Covid-19 empresário Francisco Chagas Neto inquérito policial Polícia Civil
A+ A-