“Pega” entre alternativos pode ter provocado morte de cobrador

Lenilson Gonzaga de Araújo conduzia microônibus que capotou na BR-101.

Fred Carvalho,
Um “pega” entre dois alternativos pode ter sido a causa de um acidente que resultou na morte de um cobrador. Lenilson Gonzaga de Araújo, de 24 anos, morreu na noite desta terça-feira (4) após perder o controle do microônibus de placas MXL-9114/RN nas proximidades do viaduto de Ponta Negra, na BR-101, em Natal. Mesmo sendo cobrador, no momento do acidente Lenilson - que era conhecido por "Galego" - conduzia o veículo.

Algumas testemunhas relataram à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que o alternativo de Lenilson e um outro – ambos que fazem a linha dos Eucaliptos – faziam corrida até um shopping para pegar passageiros. “Como era a última corrida, os populares disseram que eles queriam ver quem chegava primeiro para pegar os passageiros. Foi quando ele perdeu o controle, capotou e acabou colidindo em um poste de iluminação. Mas essa informação ainda não foi oficialmente confirmada, o que só será possível fazer com o resultado de uma perícia”, falou um policial rodoviário.

Com a queda do poste, dois outros veículos foram atingidos, mas não houve registro de pessoas feridas.

Como o motorista do alternativo – que estava na condição de passageiro – não morreu, ele poderá explicar os motivos do acidente. A identidade do motorista ainda não foi fornecida pela PRF.
A+ A-