Nélter Queiroz foi ameaçado de morte durante assalto

Deputado teve sua casa de praia invadida na noite do último sábado (25) e disse que chegou a pensar em reagir.

Thyago Macedo,
www.al.rn.gov.br
Deputado disse que em determinado momento um dos assaltantes chegou a ameaçá-lo de morte.
O deputado estadual Nélter Queiroz (PMDB) contou ao Nominuto.com como foi o assalto sofrido por ele e seus amigos na noite do último sábado (25). De acordo com o Nélter, por volta das 20h30 daquela noite, “três homens armados chegaram anunciando o assalto”.

O deputado informou que 13 pessoas, entre familiares e amigos, estavam na sua casa de praia em Graçandu, no litoral norte potiguar, no momento em que o crime aconteceu. “Nós estávamos no alpendre, quando eles anunciaram o assalto e levaram a gente pra dentro de um quarto. Foi uma situação muito triste”, comentou.

Nélter disse ainda que os acusados agiram com truculência chegando, inclusive, "a apontar arma para a gente". Segundo o deputado, em alguns momentos os homens “bateram com os cabos das armas nos nossos peitos e na cabeça”. E revela que em determinado momento um dos acusados chegou a ameaçá-lo de morte.

Um dos assaltantes usavam um capuz preto e os outros dois mostravam seus rostos. Eles levaram um veículo Gol que, de acordo com o deputado, era alugado e estava com uma amiga dele de São Paulo. Além disso, os homens roubaram 13 celulares, um Ipod, jóias e dinheiro de algumas pessoas.

“Logo quando eles anunciaram o assalto, eu tive o impulso de reagir, mas minha nora me segurou. Depois disso eu me controlei e percebi que não valia a pena reagir. Eu nunca sofri uma sensação tão ruim como aquela”, lamentou o deputado.

Nélter Queiroz informou ainda que os três homens estavam com dois revolveres calibre 38 e uma pistola. O Gol roubado já foi recuperado. Os assaltantes abandonaram o carro próximo à fábrica Vicunha, no distrito industrial de Extremoz.
A+ A-