“Homem-aranha” é assassinado em Mossoró durante bebedeira

Acusada não gostou da forma de tratamento da vítima e o agrediu com duas cutiladas com o gargalo, quebrado, de uma garrafa no abdômen.

Tiago Medeiros,
Blog O Câmera
Acusada agrediu Homem-aranha com gargalo, quebrado, de uma garrafa.
Idário Alves da Silva, o “Homem-aranaha”, como era mais conhecido em Mossoró, de 56 anos, foi assassinado com duas cutiladas no abdômen, na noite desse domingo (17), após uma discussão com uma mulher, identificada apenas como “Galega”, enquanto bebia na casa dela.

A acusada foi presa por policiais militares, minutos depois, enquanto tentava fugir do local e levada para a delegacia de plantão. Lá, uma testemunha contou que a discussão começou depois que a vitima tratou ela com palavras chulas. Galega não gostou das ofensas e o agrediu com o gargalo, quebrado, de uma garrafa no abdômen.

Segundo o perito Jader Viana, do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep), aparentemente, as perfurações não atingiram nenhum órgão, e a demora ou falta de socorro médico foi determinando para a morte dele.
A+ A-