Guarda municipal é morto com três tiros na cabeça após reagir a assalto

Crime ocorreu no Centro de Referência Odontológica, no bairro da Ribeira, no início da tarde.

Da redação,
Reprodução/Redes sociais

Um Guarda Municipal de Natal foi morto com pelo menos três tiros na cabeça, no início da tarde desta quarta-feira (12), durante tentativa de assalto em Centro de Referência de Odontologia situado no bairro da Ribeira, zona leste da capital potiguar.

Carlos Antônio Pereira de Melo, de 48 anos, era segurança do prefeito de Natal, Álvaro Dias. Segundo informações da Guarda Municipal, ele estava de folga e acompanhava a esposa e a filha no Centro de Referência Odontológica.

Conforme relatos de testemunhas, o guarda municipal percebeu quando um dos criminosos tentava pegar a arma do vigilante da unidade de saúde e reagiu, entrando em luta corporal com o assaltante, que disparou pelo menos seis vezes, acertando três tiros na cabeça de Carlos Antônio, que morreu no local.

Ainda de acordo com a Guarda Municipal, uma viatura da Polícia Civil que passava pelo local, conduzindo um preso para o presídio de Alcaçuz, após uma audiência de custódia, ouviu os tiros e visualizou um dos assaltantes tentando fugir com duas armas em punho. Ele foi baleado na barriga e na perna. O criminoso foi socorrido e levado ao pronto-socorro Clóvis Sarinho.

O criminoso foi identificado como Guilherme Soares Martins, de 29 anos Ele era foragido do sistema prisional, após condenação por assalto. A arma utilizada pela vigilante e a que estava com o assaltante foram recuperadas.

Carlos Antônio Pereira de Melo também fez a segurança pessoal de vários prefeitos de Natal, incluindo Carlos Eduardo, Micarla de Sousa. Ele era ex-policial militar da Cavalaria.

A polícia militar faz buscas, na tentativa de encontrar o segundo assaltante, que conseguiu fugir.

Tags: Carlos Antônio Pereira de Melo morte de guarda municipal
A+ A-