Condenado pelo crime de estupro no RN, padre é preso em Goiás

José Irineu da Silva foi sentenciado a 8 anos de reclusão por crime ocorrido em 2011, na cidade de Ipanguaçu.

Da redação,
padre-mUma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, com o apoio do Ministério Público de Goiás e da polícia daquele Estado, prendeu o padre potiguar José Irineu da Silva, condenado por crime de estupro de vulnerável. O mandado de prisão foi cumprido na manhã desta segunda-feira (9), na cidade de Quirinópolis, a 286 km de Goiânia.

O ex-padre já foi afastado da Igreja pelo Tribunal Eclesiástico da Cúria Metropolitana de Natal em 2017. O crime acorreu no dia 28 de abril de 2011 na Comarca de Ipanguaçu (RN), tendo o acusado sido condenado definitivamente a uma pena de oito anos de reclusão.

Disque Denúncia 127

O MPRN reforça à população que continua recebendo denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MP para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para [email protected]. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.
Tags: Ministério Público Polícia
A+ A-