Acusados de participação em seqüestro de advogado são presos na zona Norte

Fontes do Nominuto.com informaram que a dupla faz parte de uma quadrilha comandada por um traficante da comunidade Beira-Rio, na zona Norte.

Thyago Macedo,
A polícia prendeu na noite desta quarta-feira (5), dois homens acusados de participação no seqüestro de um advogado, no último domingo (2). Segundo fontes do Nominuto.com, os suspeitos são conhecidos pelos apelidos de “Gili” e “Sorriso”.

A reportagem recebeu informações exclusivas, as quais apontam que os dois pertencem ao bando de um traficante da região da comunidade Beira-Rio, onde o advogado havia sido seqüestrado no domingo.

O líder do bando seria um jovem conhecido pela polícia como “Senhorzinho”. Fontes informaram que o traficante é filho de Jailton Beira-Rio, também conhecido assaltante de banco e traficante. Ele se encontra preso na cidade de São Paulo e, desde então, seu filho teria assumido os negócios na comunidade.

Na tarde desta quarta-feira, policiais montaram campana em uma loja de motocicletas na zona Norte e prenderam “Gili” e “Sorriso” no momento em que eles iam comprar um veículo. A prisão ocorreu por volta das 18h.

Segundo a fonte da reportagem, a polícia ainda tentou localizar “Senhorzinho”, mas não obteve sucesso. Os dois homens detidos foram levados para a Delegacia de Combate ao Crime Organizado. Em contato com a reportagem, o delegado Ronaldo Gomes, da Deicor, não quis comentar as prisões.

Informações extra-oficiais também dão conta de que o bando comandado pelo filho de Jailton Beira-Rio realizava diversos assaltos a alternativos. “Eles assaltam e descem com os alternativos para a Beira-Rio”, informou a fonte.

Além disso, a polícia suspeita que “Gili” é o homem que atirou em um policial na ponte de Igapó, quando este tentava socorrer uma pessoa que estava sendo vítima de assalto. De acordo com a fonte do Nominuto.com, ele também responde a três homicídios. Já “Sorriso”, saiu do presídio de Alcaçuz há alguns dias.
A+ A-