Jair Bolsonaro anuncia alta médica após obstrução intestinal

Presidente deu entrada no Hospital Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, na madrugada de segunda-feira, por conta de uma obstrução no intestino.

Da redação, Estadão Conteúdo ,
Reprodução/ Twitter
Nesta terça, foi descartada a necessidade de Bolsonaro passar por uma nova cirurgia. A obstrução se desfez, e ele pode iniciar uma dieta líquida.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou no Twitter que recebeu alta nesta quarta-feira, 5. Ele estava internado desde segunda-feira, 3, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde tratava um quadro de obstrução intestinal. 

“Alta agora. Obrigado a todos. Tudo posso NAQUELE QUE ME FORTALECE”, escreveu Bolsonaro na rede social, ao publicar foto em que aparece com uma camisa do Juventus. Também aparece na imagem o médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo. O profissional acompanha o estado de saúde do presidente desde que ele sofreu um atentado a faca em 2018, durante a campanha eleitoral daquele ano.

Bolsonaro sentiu dores abdominais após o almoço de domingo, 2, durante sua viagem a lazer pelo litoral de Santa Catarina. O mandatário deu entrada no hospital na madrugada de segunda-feira. Ele teve de usar uma sonda nasogástrica para alimentação e administração de medicamentos, mas não foi necessária a realização de nova cirurgia em seu trato intestinal. 

Ontem, um boletim divulgado pelo hospital informou que Bolsonaro havia tido a sonda retirada e mostrava sinais de recuperação. Nesta terça-feira, 4, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) comemorou o fato de o pai ter apresentado um quadro menos grave e não ter de operar. Entretanto, ele sinalizou que o chefe do Planalto terá de seguir uma dieta com restrições permanentes para evitar novas obstruções. O parlamentar não descartou que uma nova cirurgia seja necessária no futuro, caso o quadro do presidente volte a piorar. 

Bolsonaro havia dado entrada no Vila Nova Star pela última vez em julho de 2021, quando também sentiu dores abdominais e ficou quatro dias no hospital. Na ocasião, também não precisou ser operado. O presidente já realizou seis cirurgias em decorrência do atentado a faca sofrido em 2018 em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Tags: bolsonaro Jair Bolsonaro saúde
A+ A-