Bolsonaro descumpre orientações do MS e visita área popular de Brasília

Presidente da República cumprimentou populares e comerciantes da Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reprodução/TV
Após passa pelo Hospital das Forças Armadas, Bolsonaro seguiu em direção a Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal.

Depois de visitar padaria, farmácia e mercado local em Brasília na manhã deste domingo (29), o presidente da República, Jair Bolsonaro, esteve no Hospital das Forças Armadas (HFA), onde ficou por cerca de 20 minutos. Ele cumprimentou populares e profissionais que lá estavam. 

Não há informação oficial sobre a razão da visita ao hospital.

Depois disso, o comboio presidencial seguiu em direção a Ceilândia, uma região administrativa do Distrito Federal, que fica a cerca de 36 quilômetros do Palácio da Alvorada. 

Ceilândia é a cidade onde moram familiares da primeira-dama Michelle Bolsonaro. 

O presidente passou de carro pela região onde funciona uma feira, que está fechada em razão da determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), de paralisar o comércio, escolas, e locais de grande aglomeração para evitar a propagação do novo coronavírus. 

Apesar da feira não estar funcionando, a chegada do presidente reuniu várias pessoas que se aproximaram para tirar fotos.

O Ministério da Saúde tem recomendado o isolamento social para conter a propagação do novo coronavírus em todo país até que a rede de saúde esteja preparada para o aumento de casos.

Em reunião recente com o presidente Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta perguntou: “Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet?”

Tags: Ceilândia Covid-19 Jair Bolsonaro
A+ A-