Presidente do Conselho de Administração do Bradesco lamenta morte de Nevaldo Rocha

Segundo Luiz Carlos Trabuco Cappi, Nevaldo era um visionário e modelo de empreendedor.

Da redação,
Divulgação

O presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, emitiu uma nota de pesar pela morte do empresário potiguar Nevaldo Rocha, ocorrida na noite dessa quarta-feira (17).

Fundador e controlador do grupo Guararapes e da Riachuelo, uma das principais redes de lojas de departamento do Brasil, Nevaldo Rocha tinha 91 anos e era um empreendedor, cuja trajetória foi marcada por ousadia e superação.

Confira a nota na íntegra:

“Com surpresa e pesar, nós do Bradesco recebemos a notícia do passamento do amigo e empresário Nevaldo Rocha, visionário fundador do Grupo Guararapes-Riachuelo, modelo de empreendedor e referência da indústria brasileira. Sua trajetória de mais de 70 anos de trabalho descreveu uma formidável história de crescimento e sucesso em nosso País, reconhecida por todos.

O primeiro passo foi dado com a abertura da loja Capital, em Natal, no seu Rio Grande do Norte, em 1947. Com seu reconhecido talento e imensa capacidade de gestão tornou-se o maior empresário têxtil da América Latina. À medida que construía sua vida vitoriosa, superando desafios e inovando no meio empresarial, Nevaldo Rocha criou milhares de empregos, gerou desenvolvimento e colaborou para o crescimento do Rio Grande do Norte.

Aos filhos Flávio, Lisiane e Élvio, à família Rocha, seus milhares de colaboradores e amigos, presto em nome da Organização Bradesco as nossas condolências pela passagem de Nevaldo Rocha, homem nobre que bordou seu nome com fios de ouro na história do desenvolvimento econômico do Brasil”.

Tags: Bradesco Luiz Carlos Trabuco Cappi Nevaldo Rocha nota de pesar
A+ A-