Morre aos 90 anos Sean Connery, primeiro intérprete de James Bond no cinema

Vencedor de um Oscar de melhor ator coadjuvante por 'Os Intocáveis', ator escocês se consagrou no papel do agente secreto 007.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reuters
Ator ficou conhecido por interpretar James Bond e foi consagrado pela Academia do Oscar em 1988 por seu papel em Os Intocáveis.
O ator escocês Sean Connery, conhecido pelo papel do agente James Bond, morreu aos 90 anos. O anúncio foi feito na manhã deste sábado, 31, pela família do ator à BBC. Ele morreu enquanto dormia, durante uma estadia nas Bahamas. De acordo com a BBC, o ator enfrentava problemas de saúde há algum tempo. Ele celebrou o último aniversário em agosto.

Connery foi o primeiro a interpretar o icônico agente 007 nos cinemas e fez parte de sete filmes da franquia. Ele foi vencedor de um Oscar de melhor ator coadjuvante em 1988 pelo filme Os Intocáveis. O ator também venceu dois Baftas e três Globos de Ouro.

Sean Connery foi criado em uma região pobre de Edimburgo e trabalhou como polidor de caixões, leiteiro e salva-vidas antes de a prática de musculação, um de seus hobbies, ajudá-lo a iniciar a carreira na atuação que o transformou em uma das maiores estrelas do mundo. Ele será lembrado como o primeiro agente 007, criado pelo escritor Ian Fleming e imortalizado por Connery em uma série de filmes que teve início em 1962, com 007 contra o Satânico Dr. No.

Na pele do agente secreto, seu jeito cortez e humor irônico ao despistar vilões e conquistar bonitas mulheres formavam uma espécie de máscara que escondia um lado mais escuro e violento. Sua interpretação estabeleceu um alto padrão para os atores que o sucederam no papel.

Apesar de se apresentar nos filmes com a clássica frase "Bond, James Bond", Connery não era feliz por ser definido por esse papel e chegou a dizer que "odiava aquele maldito James Bond". Alto e bonito, com uma voz rouca que combinava com uma personalidade às vezes difícil, Connery interpretou uma série de papéis famosos.

Connery era um grande apoiador da independência da Escócia e tatuou as palavras "Escócia para sempre" no braço quando serviu à Marinha britânica. Em 2000, aos 69 anos, foi condecorado pela rainha Elizabeth II e recebeu o título da ordem da cavalaria vestindo trajes típicos do país. Com esse reconhecimento da rainha, ganhou o título de sir.
Tags: James Bond morte obituário Sean Connery
A+ A-