Morre aos 72 anos o músico Pinto do Arcodeon

Artista da Paraíba foi vítima de um câncer na bexiga, que travava em São Paulo desde janeiro deste ano.

Da redação,
Reprodução

Morreu na madrugada desta terça-feira (21) o músico paraibano Pinto do Acordeon, de 72 anos. O artista foi vítima de um câncer na bexiga e estava internado no Hospital da Beneficência Portuguesa, em São Paulo, desde janeiro deste ano.

O corpo do músico será velado na cidade de João Pessoa, em um cemitério privado, e enterrado no município de Patos, no Sertão paraibano. De acordo com um dos filhos do cantor, Mô Lima que também é músico, o corpo sairá do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para o aeroporto de Natal, porque não é possível transferir o corpo direto pra João Pessoa. A previsão é que o corpo chegue na capital paraibana por volta das 16h.

Pinto do Acordeon estava internado por complicações provocadas pela diabetes e por problemas renais. Em 2015, ele teve parte de uma das pernas amputadas. Anteriormente, o cantor já havia sido internado e submetido a uma angioplastia.

Francisco Ferreira Lima, o Pinto do Acordeon, nasceu no município de Conceição, no Sertão paraibano. Ele se tornou popular a partir de apresentações que realizava junto a trupe de Luiz Gonzaga. Ele gravou cerca de 20 álbuns durante a carreira. "Neném Mulher" é uma das músicas mais conhecidas do repertório.

Tags: Obituário
A+ A-