Morre aos 52 anos Hugo Maradona, irmão mais novo do ídolo argentino

De acordo com a imprensa italiana, ele sofreu um ataque cardíaco em sua casa, nos arredores de Nápoles.

Da redação, Estadão Conteúdo ,
Reprodução
Hugo morreu na madrugada desta terça. A família chegou a chamar o atendimento médico em casa, mas não houve tempo para evitar o óbito.

Irmão mais novo do ídolo Diego, Hugo Maradona morreu nesta terça-feira, aos 52 anos. De acordo com a imprensa italiana, ele sofreu um ataque cardíaco em sua casa, nos arredores de Nápoles. A morte foi confirmada pelo próprio Napoli, onde o irmão mais velho foi craque e ídolo.

"O presidente Aurelio De Laurentiis, o vice-presidente Edoardo De Laurentiis, os gestores, a comissão técnica, o time e todo o Napoli se unem em torno da família Maradona na dor da morte de Hugo", registrou a direção do clube italiano, em seu site.

Hugo morreu na madrugada desta terça. A família chegou a chamar o atendimento médico em casa, mas não houve tempo para evitar o óbito. Segundo familiares, ele já tinha agendado exames cardíacos para os próximos dias. Hugo faleceu pouco mais de um ano depois do irmão Diego, morto em 25 de novembro de 2020, causando comoção no mundo do futebol.

Hugo era um dos dois irmãos mais novos de Diego. O outro era Raúl, ainda vivo, que também foi jogador de futebol. O ídolo argentino ainda teve quatro irmãs mais velhas.

Assim como Diego, Hugo foi jogador de futebol, embora longe de se destacar como o irmão. Mais conhecido como El Turco, ele defendeu diversos clubes de diferentes países. Ele começou a carreira no Argentinos Juniors. Depois rumou para a Europa, onde chegou aos 18 anos, em 1987, onde se apresentou ao Napoli, que emprestou o jogador ao Ascoli.

Na sequência, Hugo vestiu as camisas do Rayo Vallecano (Espanha), Rapid Viena (Áustria), Deportivo Itália (Venezuela) e Progreso (Uruguai). Defendeu ainda equipes do Japão, Canadá, Argentina e Paraguai até se aposentar, em 2006, pelo paraguaio Sportivo Trinidense. Pela seleção da Argentina, teve breve passagem pelas categorias de base, no time sub-16. Como treinador, viveu apenas uma experiência, em Porto Rico, no comando do Puerto Rico Islanders.

Mesmo sem a cidadania italiana, Hugo chegou a anunciar que participaria das eleições municipais de Napoli neste ano. Ele se candidataria por uma coalização de direita. Mas a vitória ficou com a esquerda.

Tags: hugo maradona luto maradona
A+ A-