Prefeitura investe na construção de lagoas de captação e amplia sistema de drenagem de Natal

São quase R$ 160 milhões aplicados nas ações da área e que incluem a construção de oito novas lagoas de captação, a maior parte delas na Zona Norte.

Da redação, Prefeitura de Natal,
Joana Lima
Sistema de drenagem e esgotamento está sendo reforçado e recebe o maior volume de investimentos realizados no setor nos últimos 30 anos.

O sistema de drenagem e esgotamento sanitário de Natal está sendo reforçado e recebe o maior volume de investimentos realizados pela Prefeitura no setor nos últimos 30 anos. São quase R$ 160 milhões aplicados nas ações da área e que incluem a construção de oito novas lagoas de captação, a maior parte delas na Zona Norte. A região vai passar a contar com seis novos reservatórios, compondo o projeto de saneamento integrado implementado na área. Além disso, a Prefeitura trabalha na construção de uma lagoa de captação no bairro de Potilândia e outra no bairro Planalto.

O trabalho dos operários em todas as lagoas está bem avançado. Os reservatórios que compõem o projeto de saneamento integrado da Zona Norte estão nos estágios finais de serviço, aguardando apenas a parte de urbanização para serem entregues. Só nessa obra, são mais de R$ 130 milhões aplicados com recursos da Prefeitura em parceria com o governo federal. 

Da mesma forma acontece no Planalto. A empresa responsável pela obra está executando a parte de iluminação, instalação de grades no entorno e demais necessidades de equipamento. O montante investido nesses serviços é de mais de R$ 16 milhões. A lagoa terá a capacidade de armazenamento de mais de 11 mil litros e vai acabar com os problemas de alagamentos, além de ter a capacidade de atender o crescimento do bairro pelos próximos anos. Quando estiver em operação, vai permitir a drenagem de quase 50 ruas que eram alagadas durante o período do inverno.

Em Potilândia, na Zona Sul, a obra também acontece em um bom ritmo. A Prefeitura trabalha em uma ampla reestruturação da lagoa que existia na área, mas as condições de operação eram precárias. De acordo com a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Semov), responsável pelas construções, com as intervenções realizadas atualmente, a capacidade de armazenamento do reservatório será ampliada, contribuindo para acabar com o problema crônico de alagamentos existente na região. 

Os serviços estão na fase de escavação e melhoria do terreno para retirada dos resíduos de construção que são lançados clandestinamente no entorno da lagoa. Com a conclusão dos trabalhos, a lagoa de Potilândia será totalmente urbanizada com cerca de proteção, revestimento do talude e iluminação, além de ser escavada para ampliar o volume de armazenamento de água pluvial. A Prefeitura vai executar ainda serviços de pavimentação das ruas no entorno da lagoa. Estão sendo investidos nesta obra pouco mais de R$ 846 mil. O contrato agrega serviços de drenagem e pavimentação de ruas em Candelária e Lagoa Nova.

“São investimentos vultosos que estamos realizando em toda a cidade para ampliarmos a capacidade de armazenamento das nossas lagoas de captação. São oito reservatórios com estrutura moderna e prontos para proteger a população dos famigerados alagamentos. É preciso destacar o volume de recursos para a Zona Norte, que vai ganhar seis novas lagoas. A obra de Potilândia também é muito importante, bem como a que está acontecendo no Planalto. Vamos acabar com problemas históricos nos períodos chuvosos, evitando enchentes e salvaguardando a vida e o patrimônio dos moradores das regiões beneficiadas”, ressalta o prefeito Álvaro Dias. 

San Vale

Álvaro lembra ainda que os bairros de San Vale e Parque das Colinas também serão completamente reestruturados com as ruas sendo drenadas e pavimentadas, em projeto que também prevê a construção de uma lagoa de captação. Com recursos já garantidos, a Semov está aguardando apenas o sinal da Caixa Econômica Federal para poder licitar o projeto. A primeira etapa, que será iniciada em assim que a instituição financeira autorizar, terá o repasse de R$ 12 milhões via emenda parlamentar do deputado federal General Girão.

As obras de drenagem e pavimentação vão contemplar na primeira etapa a rua Doutor José Tavares da Silva (via coletora de ligação da BR-101 ao prolongamento da Prudente de Morais), avenida Tropical (via coletora de ligação da rua Dr. José Tavares da Silva à avenida Saint Exupéry), rua Vandick Lopes, rua Silvano S. Medeiros e rua Professor Nazareno de Aguiar. 

Tags: Natal obras Prefeitura do Natal
A+ A-