Prefeitura inicia elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Trabalhos serão coordenados pela Secretaria Municipal de Planejamento.

Da redação, Prefeitura do Natal,
Assecom/Prefeitura do NAtal
Planejamento de ações que culminarão com a apresentação do projeto final, em 3 meses, foi feito pelo professor Manoel Veras.

Um dos maiores desafios das gestões públicas atualmente é buscar implementar ações que modernizem os processos, otimizem gastos, agilizem os resultados e ofereçam a prestação de um serviço de qualidade à população. Pensando nisso, a Prefeitura de Natal contratou uma consultoria junto à Fundação Norte-rio-grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec) para a elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI).

O planejamento de ações que culminarão com a apresentação do projeto final daqui a três meses foi realizado nesta quinta-feira (22) pelo professor Manoel Veras, em reunião que contou com a presença de representantes de todos os órgãos da gestão no salão nobre do Palácio Felipe Camarão.

Os trabalhos serão coordenados pela Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla) que aportou recursos na ordem de R$ 150 mil na confirmação do convênio com a Funpec. De acordo com Joana Guerra, titular da Sempla, a elaboração do PDTI Natal mostra o compromisso da gestão do prefeito Álvaro Dias em tornar a administração pública mais ágil, moderna, eficiente e econômica.

“O mundo digital é uma realidade e a Prefeitura de Natal avançou muito nessa área nos últimos anos, mas precisamos melhorar ainda mais. O Plano Diretor de Tecnologia da Informação vai representar um salto sginificativo para toda a gestão, inserindo de vez a capital potiguar na era 4.0. Ao longo desses três meses, executaremos um trabalho de excelência, identificando os principais gargalos, obstáculos e dificuldades para apresentar um projeto factível e duradouro para a cidade”, detalhou Joana Guerra.

A secretária da Sempla lembrou que diversos serviços da Prefeitura podem ser realizados pelos meios digitais, como: o acesso para liberação de licenças, pagamentos de tributos, verificação da situação fiscal do contribuinte junto ao tesouro municipal, obtenção de informações nos portais oficiais de comunicação do Município, e diversos outros dados nas áreas de mobilidade urbana e recursos humanos. O cidadão também tem acesso ao aplicativo Natal Digital. Nessa plataforma, é possível informar, de maneira instantânea, sobre ações como troca de lâmpadas, melhorias nas vias públicas e locais onde há acúmulo de lixo.

“Vamos agora pensar no que existe, analisar, pensar e construir  plataformas mais modernas e funcionais, integradas, pensando, por exemplo, em melhorar a oferta dos serviços na saúde municipal, no sistema de transporte público e em todas os eixos da administração pública da capital potiguar. É um desafio difícil, mas ao mesmo tempo motivador, já que o cidadão pagador de uma alta carga de impostos merece ter o melhor à disposição em matéria de serviço público”, finalizou.

Tags: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Prefeitura do Natal
A+ A-