Mulher 'faz 78% do trabalho doméstico no Brasil'

As brasileiras só ficam atrás das chilenas, que gastam 38,3 horas por semana nas tarefas domésticas, contra 9,3 horas gastas por seus pares chilenos.

BBC Brasil,
BBC Brasil
Estudo comparou diferenças no trabalho doméstico em 34 países.
As mulheres fazem 78% do trabalho doméstico no Brasil, revelou um estudo de pesquisadores noruegueses.

Em média, uma brasileira dedica 33,5 horas por semana – quase 5 horas diárias – a afazeres como cozinhar e limpar a casa, de acordo com o estudo. Já os homens dedicam pouco mais de 10 horas a tarefas domésticas.

As brasileiras só ficam atrás das chilenas, que gastam 38,3 horas por semana nas tarefas domésticas, contra 9,3 horas gastas por seus pares chilenos.

A pesquisa analisou a realidade de 17,5 mil casais de pessoas entre 25 e 65 anos, casados ou que vivem juntos, e que responderam em 2002 à pesquisa social internacional (ISSP, na sigla em inglês), uma espécie de censo social mundial.

Os pesquisadores da Universidade Stavanger e do Instituto de Sociologia de Bergen, na Noruega, colocaram lado a lado os resultados referentes a 34 países desenvolvidos e em desenvolvimento.

As conclusões foram publicadas na versão online da European Sociological Review.

Razões

Em média, as mulheres desempenham 73% do trabalho doméstico – mas no Japão, essa proporção chega a 91%.

Enquanto as japonesas passam em média 27 horas por semana debruçadas sobre os afazeres da casa, os japoneses gastam apenas 2,5 horas – o equivalente a menos de meia-hora por dia.

O estudo afirma que a quantidade de trabalho feminino é determinada principalmente pelo grau de autonomia dado às mulheres, enquanto o trabalho dos homens varia de acordo com a dinâmica das atividades econômicas.

Os países em que as mulheres menos trabalham em casa são a Noruega (menos de 12h por semana), a Finlândia (12 horas por semana) e a França (12,2 horas por semana).

Mas, entre estes países, os homens franceses são os que trabalham menos – 3,7 horas por semana, acima apenas dos japoneses. A divisão de trabalho na França é parecida com a do Brasil, com as mulheres sendo responsáveis por 77% das responsabilidades do lar.

Na Noruega, os homens trabalham 4,3 horas por semana – deixando para a mulher 73% do tempo dedicado aos trabalhos domésticos. Já na Finlândia, os homens passam quase 6 horas com essas atividades – 67% do tempo gasto pelo casal.

Os países onde a relação é mais balanceada (em todos a mulher responde por 64% do tempo gasto) são a Letônia (18,5 horas para mulheres, 11 horas para os homens), Polônia (20 horas para as mulheres, 12 horas para os homens) e Filipinas (24 horas para as mulheres, 13 horas para os homens).
A+ A-