Mãe de Madeleine diz ser 'perseguida por não ter ar maternal'

Declarações de KAte McCann foram feitas depois que uma série de acusações não confirmadas foram estampadas nas páginas de jornais britânicos e portugueses.

BBC Brasil,
BBc Brasil
Kate e o marido são suspeitos do desaparecimento da filha.
Kate McCann - mãe da menina Madeleine, desaparecida em Portugal em maio deste ano - disse estar sendo perseguida pela mídia por 'não ter uma aparência maternal'.

"Se eu pesasse dez quilos a mais, tivesse mais peito e um ar mais maternal, as pessoas teriam mais compaixão", ela disse à sua mãe, Susan Healy.

As declarações - publicadas pelo jornal local Liverpool Echo - foram feitas depois que uma série de acusações não confirmadas foram estampadas nas páginas de jornais britânicos e portugueses.

Nesta terça-feira, vieram a público alegações de que traços de secreções de "um corpo em decomposição" teriam sido encontrados no porta-malas do carro que o casal McCann usou em Portugal.

'Sob pressão'

Segundo a mãe de Kate McCann, os pais de Madeleine estão sob enorme pressão devido ao "lixo imoral" que tem sido divulgado sobre o caso.

"Ela se sente perseguida, não pela população em geral, que tem oferecido muito apoio, mas por alguns setores da mídia", afirmou a avó de Madeleine.

"Kate é uma pessoa sensível, carinhosa e uma das mais maternais que já conheci. (...) A vida dela gira em torno dos filhos, mas agora ela chegou a um ponto que ela se sente perseguida, na cabeça dela, se os gêmeos, Sean e Amelie, choram em público."

Susan Healy também desmentiu boatos de que Gerry McCann não seria o pai biológico de Madeleine e de que o casal teria sedado os filhos para ir jantar fora na noite em que a menina de 4 anos desapareceu.

Suspeitos

Os avós de Madeleine dizem estar animados com a mudança no comando da investigação portuguesa e a promessa de uma revisão de todo o material do inquérito.

O policial Paulo Rebelo assumiu o lugar de Gonçalo Amaral, que foi retirado do cargo após criticar a polícia britânica.

"Não temos idéia de quando Kate e Gerry podem deixar de ter o status de suspeitos, mas esperamos que seja em breve. Até lá, eles não tem o direito de se defender em público, o que é terrível", disse Susan Healy ao jornal de Liverpool.

"Eles precisam ser inocentados assim que possível e, então, algumas pessoas terão de pedir desculpas a eles. Mas se isso vai acontecer no mundo real, eu não sei."
A+ A-