Gregos vão às urnas escolher novo governo

Cerca de 9,8 milhões de pessoas, de uma população de 11,4, estão habilitadas a votar.

BBC Brasil,
BBC Brasil
Papandreou (esq.) e Karamanlis vêm de clãs políticos rivais.
Gregos vão às urnas neste domingo escolher o novo governo, poucas semanas depois de incêndios florestais terem causado a morte de dezenas de pessoas no país. 

O partido Nova Democracia, do primeiro-ministro, Kosta Karamanlis, de centro-direita, é o favorito, apesar das críticas recebidas pelo modo como lidou com os incêndios.

O partido socialista Pasok, liderado por George Papandreou, está em segundo lugar. As urnas ficam abertas até às 19h00 (meio-dia, hora de Brasília) e os primeiros resultados devem ser anunciado pouco depois.

Cerca de 9,8 milhões de pessoas, de uma população de 11,4, estão habilitadas a votar.

Dinastias

Karamanlis votou de manhã cedo em Salonika, capital da província grega da Macedônia. 

Seu partido, que convocou as eleições seis meses mais cedo, deve vencer o pleito, mas ainda há dúvidas se ele vai eleger a maioria absoluta dos 300 parlamentares.

O governo foi elogiado pela União Européia pelo controle das finanças públicas, mas não obteve muitos progressos no combate à corrupção, ou na tentativa de melhorar a eficiência dos serviços públicos.

Papandreou promete criar uma economia verde e tornar a Grécia um modelo para os outros países mediterrâneos.

As famílias Papandreou e Karamanlis tem dominado a cena política grega na maior parte dos últimos 50 anos.



A+ A-