Filho de Jamal Khashoggi deixa a Arábia Saudita, diz HRW

Salah Khashoggi está agora em um avião rumo aos Estados Unidos.

Da redação, Agência Brasil,

Salah Khashoggi, filho do jornalista assassinado Jamal Khashoggi, saiu da Arábia Saudita com sua família dois dias depois de se reunir com o monarca saudita, Salman bin Abdulaziz, e o príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman, informou à Agência EFE a Organização Não Governamental (ONG) Human Rights Watch (HRW).

A diretora para o Oriente Médio da HRW, Sarah Leah Whitson, confirmou a saída de Salah, e afirmou que ele "está agora em um avião" rumo aos Estados Unidos.

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdul Aziz al Saud, e o príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman, receberam há dois dias os parentes do jornalista saudita Jamal Khashoggi para dar pessoalmente as condolências, após a sua morte há três semanas no consulado do seu país em Istambul, informou a agência oficial SPA.

O monarca e o filho receberam no Palácio Al-Yamamah, em Riad, Saleh Khashoggi, um dos filhos do jornalista, e outro parente identificado como Ahmed Khashoggi. Não foram fornecidos detalhes sobre o encontro e ambos agradeceram as palavras do rei e do príncipe herdeiro.

O encontro ocorreu depois de o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmar que o "selvagem assassinato" no consulado em Istambul foi "planejado".

Ele pediu ao rei saudita que seja revelada a identidade do suposto "colaborador local" que, conforme a versão de Riad, ajudou membros do consulado a esconder o corpo.

Na semana passada, a Procuradoria da Arábia Saudita admitiu que Khashoggi morreu em uma "briga" dentro da unidade consular e determinou a prisão de 18 suspeitos.

Hoje, o governo afirmou que todas as medidas estão sendo tomadas para que os envolvidos prestem contas e informou que uma comissão ministerial, liderada por Bin Salman, foi formada para reformar o Serviço de Inteligência do país.

Tags: Arábia Saudita Jamal Khashoggi Salah Khashoggi
A+ A-