EUA vão abrir fronteiras para vacinados a partir de 8 de novembro

Viajantes estrangeiros de fora dos EUA deverão apresentar comprovante de vacinação antes de embarcar em voos, e terão de apresentar comprovante recente de teste negativo.

Da redação, Estadão Conteúdo ,
Ascom/ Felipe Carneiro
Governo americano já havia antecipado que suspenderia as restrições a viajantes de 33 países, incluindo Brasil.

Os Estados Unidos vão liberar a entrada no país de viajantes totalmente vacinados contra a covid-19 a partir de 8 de novembro. Segundo a Casa Branca, serão aceitos viajantes que tenham se vacinado com imunizantes aprovados pelo FDA e pela OMS.

"A nova política de viagens dos EUA, que exige vacinação para viajantes estrangeiros nos Estados Unidos, começará em 8 de novembro. Este anúncio e data se aplicam a viagens aéreas internacionais e terrestres. Essa política é pautada pela saúde pública, rigorosa e consistente", afirmou Kevin Munoz, secretário de imprensa assistente da Casa Branca.

Na última terça-feira, 12, a Casa Branca anunciou que suspenderia as restrições em suas fronteiras terrestres e em travessias de balsa com o Canadá e o México para estrangeiros totalmente vacinados no início de novembro. Antes, em 20 de setembro, o governo americano já havia antecipado que suspenderia as restrições a viajantes de 33 países, incluindo China, Índia, Brasil e grande parte da Europa, também no início de novembro.

Viajantes estrangeiros de fora dos EUA deverão apresentar comprovante de vacinação antes de embarcar em voos, e terão de apresentar comprovante recente de teste negativo para covid-19. Os visitantes estrangeiros que cruzarem uma fronteira terrestre não precisarão apresentar teste recente de covid-19.

Tags: estrangeiros EUA voos
A+ A-