Condenado à morte homem que enterrou menina viva

Jessica Lunsford, de apenas nove anos, foi raptada, estuprada e morta em 2005.

A Justiça dos Estados Unidos condenou à morte, nesta sexta-feira (24), John Evander Couey por raptar, estuprar e matar Jessica Lunsford, uma menina de 9 anos no Estado da Flórida. De acordo com informações da rede CNN, a garota foi enterrada viva em 2005. 

"Precisamos mandar um recado que a Flórida não irá tolerar esse tipo de crime", afirmou o pai da criança, Mark Lunsford, 48 anos, depois do anúncio da condenação. "(Couey) causou uma morte lenta, sofrida e intencional", afirmou o juiz que pronunciou a sentença, Ric Howard.

"Jessica não foi colocada em um, mas em dois sacos plásticos de lixo. Ela estava consciente no momento de seu sepultamento", disse Howard. Ele ainda descreveu como a menina usou dois dedos para furar os sacos em tentativa de fuga antes da sua morte.

Autoridades de um presídio da Flórida afirmaram que, segundo uma mulher identificada como a tia do preso, ele já esperava ser condenado à morte pelo brutal assassinato da menina.

"Todos nós sabemos o que ele irá fazer", teria dito Couey em um telefonema gravado obtido pela CNN. "Eu me chuto no traseiro centenas de vezes por dia. Estúpido. Só para tentar entender, eu me pergunto, por que eu fui tão estúpido?", disse ele. "Bom, ninguém é perfeito, e as drogas também não ajudaram", teria respondido a mulher.

Fonte: Terra
A+ A-