Boris Johnson é transferido para unidade de terapia intensiva por covid-19

Líder britânico havia sido diagnosticado com o doença no final de março.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reuters
Condições de saúde do premiê pioraram nesta tarde e que, por isso, os médicos decidiram mandá-lo à UTI.

SELO-CORONA-100

O primeiro-ministro do Reino Unido,  Boris Johnson, foi transferido nesta segunda-feira (6) para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital St. Thomas, em Londres, um dias após ser internado com persistentes sintomas da covid-19. O líder britânico, de 55 anos, havia sido diagnosticado com o doença no dia 26 de março.   
Em comunicado, um porta-voz do governo disse que as condições de saúde do premiê pioraram nesta tarde e, por isso, os médicos decidiram enviá-lo para a UTI. Segundo a nota, o ministro das Relações Exteriores do país, Dominic Raab, assumirá as funções de Johnson no que for necessário e ressalta que o premiê está consciente.

Ele foi internado na noite de domingo, segundo versão oficial, para se submeter a exames. Downing Street havia alegado que se tratava de uma medida preventiva. 

Isolado em um apartamento de Downing Street, com comida trazida à sua porta, Johnson continuou a liderar o governo e vinha presidindo as reuniões por videoconferência.

Ele postou uma série de mensagens em vídeo desde então, aparecendo inicialmente de terno e gravata. Entretanto, no último post, na sexta-feira, 3, ele parecia cansado, sentado em uma cadeira com a camisa aberta no pescoço.

"Embora eu esteja me sentindo melhor e tenha feito meus sete dias de isolamento, infelizmente ainda tenho um dos sintomas, estou com febre", disse ele. Johnson foi o primeiro líder de uma grande potência a anunciar que testou positivo para o coronavírus.

Tags: Boris Johnson coronavírus Covid-19 Reino Unido UTI
A+ A-