Projeto de Dison Lisboa prevê medidas para aproveitamento de água de chuva e energia solar

Para o deputado, com a crise dos meios energéticos é cada vez maior a necessidade de implantar formas de aproveitamento de fontes alternativas.

Da redação,
82A utilização de energias renováveis no Rio Grande do Norte pode ganhar mais um estímulo, desta vez, em forma de lei. O líder do governo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Dison Lisboa (PSD), apresentou uma proposta de lei que determina que as novas construções de prédios, centros comerciais e condomínios residenciais fiquem obrigados a instalar sistemas de captação, armazenamento e utilização de energia solar e de água de chuva.

Para Dison Lisboa, com a crise latente dos meios energéticos é cada vez maior a necessidade de implantar formas de aproveitamento de fontes alternativas de energia, contribuindo para conservação dos recursos hídricos e colaborando para diminuir o colapso de água. 

“Através desta lei, pretendemos assegurar a participação dos empreendimentos imobiliários com a sociedade civil, a fim de garantir à oferta de água e energia para as futuras gerações, com a instalação de sistemas de captação de energia solar e reuso das águas das chuvas”, justificou.

Dison explica que um dos propósitos é diversificar e impulsionar o uso de energias renováveis no estado. “Novas construções devem adotar sistemas de captação de energia solar e reutilização de águas pluviais, promovendo a economia com o reuso da água.”
Tags: Dison Lisboa energia
A+ A-