Dia do Idoso e Outubro Rosa são lembrados por deputados no horário de líderes

Programa de transferência de renda do Governo Federal também foi falado no horário de líderes.

Da redação, Assembleia Legislativa,
Reprodução
Deputados Francisco do PT, Ubaldo Fernandes, José Dias e Eudiane Macedo durante pronunciamento na sessão desta quinta-feira.

Os deputados estaduais Francisco do PT, Ubaldo Fernandes (PL), José Dias (PSDB), e Eudiane Macedo (Republicanos) se pronunciaram-se no horário destinado às lideranças partidárias na sessão desta quinta-feira (1) na Assembleia Legislativa. Entre outros temas, foram lembrados o Dia do Nacional do Vereador e o Dia do Idoso, comemorados neste primeiro de outubro. O programa de transferência de renda do Governo Federal também foi falado no horário de líderes.

“O Governo Federal anunciou um programa e a equipe econômica não conseguiu se entender nem em relação ao nome se é Renda Brasil ou Renda Cidadã”, criticou Francisco do PT, ressaltando que não é contra a transferência de renda, mas alertando para a possibilidade do Governo transferir, como chegou a ser cogitado, recursos do Fundeb. “Quero externar que nossa posição não é contra o programa, mas não podemos abrir mão dos recursos da Educação”, disse Francisco, lembrando da luta recente pela aprovação do Fundeb permanente.

O deputado Francisco do PT também comentou, em seu pronunciamento, o anúncio feito pela governadora Fátima Bezerra (PT), de antecipação de 40% do décimo terceiro salário para servidores ativos, inativos e pensionistas do estado. “É a primeira vez em quatro anos que estamos assistindo esse adiantamento”, disse o parlamentar, afirmando que na gestão anterior não houve adiantamento e folhas de décimo terceiro ainda ficaram em aberto.

“Quatro folhas ficaram atrasadas e a governadora já conseguiu quitar duas”, afirmou o deputado, adiantando que o Governo já solicitou à sua equipe econômica um estudo para que as outras folhas deixadas pelo governo anterior, sejam pagas no próximo ano.

O deputado Ubaldo Fernandes, que antes de chegar à Assembleia Legislativa foi vereador em Natal, parabenizou todos os vereadores dos 167 municípios pelo Dia Nacional do Vereador comemorado nesta data. Ubaldo enalteceu o cargo, lembrando que são os políticos mais próximos da população, e pela “função nobre” que os vereadores exercem. Como membro da Frente Parlamentar do Idoso na Assembleia, o deputado ressaltou também o Dia do Idoso, lembrado nesta data.

“O idoso ainda sofre os efeitos de uma sociedade preconceituosa”, criticou o deputado, afirmando que o Estatuto do Idoso ainda carece de alguns ajustes, como a regionalização de delegacias especializadas. “O Rio Grande do Norte se destaca no cenário nacional como um Estado que não obedece os direitos dos idosos”, disse Ubaldo.

O deputado José Dias ressaltou as declarações do Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes, que em entrevista à imprensa, reconheceu um aumento na receita corrente líquida do Estado em cerca de 10% em relação ao mesmo período de 2019. José Dias também comentou a redução de 2% em despesas com pessoal. “Enquanto há um crescimento da receita, há um controle nas despesas com pessoal”, alertou José Dias, ressaltando que o aumento na receita líquida se deu a partir dos repasses extraordinários determinados por lei pelo governo federal.

A deputada Eudiane Macedo lembrou da luta contra o câncer de mama combatido por mulheres durante o mês de outubro, quando é levantada a bandeira do ‘Outubro Rosa’. Ela enalteceu ações de instituições como a Liga da Rede Feminina, que tem a Casa de Apoio Irmã Gabriela, e o Grupo Reviver, que se dedicam à causa durante o ano inteiro. “São grupos que trabalham incansavelmente 365 dias, buscando parcerias e apoios”, disse a parlamentar.

Eudiane Macedo afirmou que seu mandato destinou emenda impositiva para o Grupo Reviver, responsável por garantir mamografias gratuitas a mulheres de todos os bairros de Natal e até de outros municípios. A parlamentar encerrou seu discurso também lembrando o Dia do Idoso, afirmando que as pessoas da terceira idade continuam sofrendo violência psicológica, financeira e patrimonial, e em muitos casos ainda sofrem pelo abandono de suas próprias famílias.

Tags: Assembleia Legislativa Dia do Idoso Outubro Rosa
A+ A-