Comissão do Senado vai acompanhar depoimento de Gabas na CPI da ALRN

Presidente da CPI no RN, Kelps Lima, anunciou através das redes sociais que recebeu uma ligação de uma comissão liderada pelo senador Eduardo Girão.

Da redação,
Agência Brasil
Carlos Gaba conseguiu junto ao Tribunal de Justiça do RN a concessão de um habeas corpus garantindo o direito de não responder aos questionamentos.

Uma comissão do Senado Federal deve comparecer nesta quarta-feira (6) ao depoimento do secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas na CPI da Covid na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A informação foi divulgada pelo presidente da CPI, o deputado Kelps Lima (Solidariedade). 

O parlamentar anunciou através das redes sociais que recebeu uma ligação de uma comissão liderada pelo senador Eduardo Girão (Podemos/CE), que é membro da CPI da Pandemia no Senado.

Gabas será ouvido nesta quarta na condição de investigado. A CPI investiga a compra frustrada de respiradores pelo Consórcio Nordeste à empresa Hempcare, que resultou em prejuízo de mais de R$ 48 milhões aos nove estados do Nordeste, desse valor, R$ 4,8 milhões foram do RN.

"Comissão de senadores da CPI do Senado estará hoje na Assembleia do RN para acompanhar o depoimento de Carlos Gabbas. Nove estados brasileiros foram roubados e existe com conexão do crime com o Estado de São Paulo. Confesso não entender o fato do Congresso Nacional não investigar isso", escreveu Kelps.

Nesta terça-feira (5), Carlos Gaba conseguiu junto ao Tribunal de Justiça do RN a concessão de um habeas corpus garantindo o direito de não responder aos questionamentos dos parlamentares. O depoimento está agendado para as 14h, na ALRN.

Tags: alrn carlos gabas cpi da covid Senado Federal
A+ A-