TJRJ derruba liminar que poderia atrasar privatização da Eletrobras

Governo alegou que suspensão da assembleia poderia atrasa processo de capitalização da Eletrobras.

Da redação,
Agência Brasil
Decisão pela derrubada foi proferida pelo presidente do TJ-RJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira.

O governo federal derrubou a liminar que suspendia a assembleia de debenturistas de Furnas, subsidiária da Eletrobras, marcada para às 11h de hoje (6).

A reunião estava suspensa devido a uma decisão cautelar proferida ontem (5) pelo Tribunal do Estado do Rio de Janeiro, em uma ação movida pela Associação dos Empregados de Furnas.

O governo alegou que a suspensão da assembleia poderia atrasar o processo de capitalização da Eletrobras, que deve ocorrer até o dia 14 de junho.

A decisão foi proferida pelo presidente do TJ-RJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira. Ele assegurou que a liminar, além de inviabilizar o processo de desestatização, causaria “gravíssima lesão à ordem e à economia públicas”.

Tags: assembleia Eletrobras Furnas privatização TJRJ
A+ A-