Moraes concede prisão domiciliar ao jornalista Oswaldo Eustáquio

Profissional estava preso desde dezembro do ano passado, por determinação do ministro.

Da redação, Agência Brasil,
Reprodução/Facebook
Jornalista Oswaldo Eustáquio é investigado no inquérito que apura a suposta prática de atos antidemocráticos.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes concedeu ontem (26) prisão domiciliar ao jornalista Oswaldo Eustáquio. O profissional estava preso desde dezembro do ano passado por determinação do ministro. Ele é investigado no inquérito que apura a suposta prática de atos antidemocráticos. 

Por meio das redes sociais, a assessoria do jornalista confirmou a decisão e afirmou que Eustáquio “não é indiciado, condenado nem sequer acusado” na apuração. 

Na decisão anterior na qual determinou a prisão, Moraes afirmou que a prisão foi decretada em função do descumprimento da medida que proibiu o jornalista de sair de casa sem autorização judicial. Ele foi à sede do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para solicitar uma audiência com a ministra Damares Alves. 

Na ocasião, a assessoria de Oswaldo Eustáquio declarou que ele tinha autorização para o deslocamento e postou um documento assinado pelo diretor do centro de monitoramento eletrônico que fazia o controle de deslocamento da tornozeleira eletrônica. 

Tags: Alexandre de Moraes Oswaldo Eustáquio prisão domiciliar STF
A+ A-