Desembargador manda soltar ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

Ele e outras quatro pessoas foram presas ontem na operação ''Acesso Pago'' da Polícia Federal.

Da redação,
EVARISTO SA / AFP
A decisão do desembargador atende a um habeas corpus apresentado pela defesa do ex-ministro.

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Ney Bello, decidiu hoje (23) pela cassação da prisão preventiva do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro e dos outros quatro presos na operação ''Acesso Pago'', da Polícia Federal. 

Milton Ribeiro, os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, o advogado e ex-assessor do MEC Luciano de Freitas Musse e o ex-assessor da Prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu foram presos, ontem (22), por suspeita da prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do MEC.

A decisão atende a um habeas corpus apresentado pela defesa do ex-ministro. 

Tags: cassação MEC Milton Ribeiro Ney melo Polícia Federal prisão solto
A+ A-