Comandante-geral da PM destaca importância do concurso na área da saúde para corporação

Na última sexta-feira, a governadora Fátima Bezerra realizou o ato de encaminhamento do edital do concurso de oficiais do quadro da saúde da PMRN.

Da redação,
Jovem Pan Natal
Em entrevista ao Jornal da Manhã, o coronel Alarico Azevedo destacou que a última seleção foi feita em 2001 e que o quadro já está defasado.

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, comentou sobre a necessidade de que o quadro da saúde da PM seja renovado. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan Natal (89,9 FM), desta segunda-feira (17), o coronel destacou que a última seleção foi feita em 2001 e que o quadro já está defasado.

“Nós precisamos de profissionais para dar assistência não só aos policiais militares, como o nosso hospital tem convênio com o SUS [Sistema Único de Saúde], ele também atende a população”, disse.

Na última sexta-feira (14), a governadora Fátima Bezerra realizou o ato de encaminhamento do edital do concurso de oficiais do quadro da saúde da PMRN para publicação em Diário Oficial do Estado. O comandante-geral da PM destacou ainda a importância da presença de algumas especialidades na área da saúde para dar assistência aos agentes.

“Todas as especialidades nós temos vagas: para clínico geral, para oftalmologista, para psiquiatra, que é um profissional que a Polícia Militar precisa bastante. Nós temos várias pessoas que estão necessitando não só de psiquiatra, mas de psicólogos, fisioterapeutas; são as doenças que mais atingem os policiais militares’, disse. 

As inscrições começam nesta terça-feira (18) e vão até 17 de fevereiro. Serão 78 vagas disponíveis no posto de 2º Tenente, que irão, após conclusão do estágio de adaptação de oficiais de saúde, atuar em todas as unidades da Diretoria de Saúde da corporação, entre elas: o Hospital Central Coronel Pedro Germano, Centro Clínico Coronel José Carlos Passos, Junta Policial Militar de Saúde, Centro de Atenção Básica de Saúde, Hospital Regional de Mossoró, Cavalaria e Canil. 

Algumas especialidades estão sendo contempladas pela primeira vez, como: anestesista, psiquiatria, psicologia, nutrição, assistência social, fonoaudiologia, fisioterapia, veterinários, dentre outras.

Sobre a Operação Verão 2022, o coronel Alarico enfatizou que todo o sistema de segurança pública está envolvido nesta ação.

“São 1.300 policiais extras por dia, somando todas as instituições. Nós temos o apoio total do Governo do Estado, nós apresentamos à governadora o nosso planejamento e como sempre, desde o início do nosso comando ela vem apoiando, autorizando as diárias operacionais”, explicou.

 A Operação Verão 2022 foi lançada no último dia 5 de janeiro e vai até 24 de fevereiro. Além dos 1.300 policiais militares, a ação conta com 435 policiais civis. Os agentes estão divididos em 410 quilômetros de extensão dos litorais Norte e Sul, de Tibau a Baía Formosa. Foram investidos R$ 4,7 milhões em diárias operacionais, segundo o Governo do Estado.


Confira a entrevista
Tags: concurso PM RN
A+ A-