CMN aprova lei que torna profissionais em educação prioritários na vacinação

Matéria, de autoria da vereadora Divaneide Basílio, foi aprovada em regime de urgência.

Da redação,
Elpídio Júnior/CMN
Lei aprovada pela Câmara Municipal inclui os trabalhadores em Educação de Natal como prioritários na vacinação contra a covid-19.

Vereadores de Natal aprovaram uma lei, em regime de urgência, que inclui os trabalhadores em educação do município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do programa de vacinação contra a covid-19. A matéria é de autoria da vereadora Divaneide Basílio (PT).

A autora destacou a necessidade do projeto, que vai contribuir não só para a segurança dos professores, como também auxiliar no plano de reabertura das atividades educacionais. "Nós também queremos um plano de retomada, pois é muito difícil para a vida dos estudantes e dos educadores passar tanto tempo fora da sala de aula. Mas isso não pode ser de qualquer jeito, no salve-se quem puder. Tem que ser com o devido respeito e respeito não tem outro nome senão vacina", afirma.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT), a matéria, além de garantir a proteção dos profissionais do setor, vai proporcionar o retorno das aulas na cidade. “Suma importância para que as escolas possam retornar suas atividades, principalmente no setor público, que a gente sabe que estão atrasados nos protocolos e a Câmara não podia ser incoerente. Portanto, aprovamos a essencialidade e não tinha porque não aprovar a preferência. Demos uma colaboração gigante tanto para o ensino público, quanto para o privado”, ressalta.


Veja o vídeo:


Tags: Câmara Municipal de Natal covid-19 grupo prioritário rabalhadores em educação vacinação
A+ A-