Chefs e cozinheiros de Natal se unem para formar rede de solidariedade

Toda semana um deles vai ensinar uma receita que tenha um custo para alimentar até 10 pessoas.

Da redação,

SELO-CORONA-100Gastronomia-Solidária-pO Brasil e o mundo passam por um momento de incertezas, aflições e crise econômica, provocado pela pandemia do novo coronavírus. Com isso, a necessidade de ajudar ao próximo fica mais necessária. Foi pensando assim que quatro chefs e cozinheiros de Natal se juntaram para replicar uma ação que foi lançada em Fortaleza, a “Gastronomia Solidária”. 

Toda semana um deles vai ensinar uma receita que tenha um custo para alimentar até 10 pessoas, gastando no máximo R$ 50,00. Essa receita será postada nas redes sociais dos participantes, no Youtube, em blogs e no programa Papo de Fogão, da TV Ponta Negra. O intuito da ação é que as pessoas formem uma corrente de solidariedade e façam a receita para doar aos mais carentes. Se 100 pessoas fizerem a receita, aproximadamente 1.000 pessoas serão alimentadas.  Serão receitas baratas e fáceis de fazer, exatamente para incentivar a participação da população.

Além de ensinar a receita, que terá a primeira divulgação na próxima quarta-feira (29), o grupo de chefs e cozinheiros formado por Paolo Passarielo (Restaurante Gennarí), Geraldinho Resende (Restaurante Mina D’água), Joelson Leite (Restaurante Lotus) e Fernando Amaral(Papo de Fogão) se reunirá uma vez por semana para preparar 200 quentinhas que serão distribuídas  para pessoas em situação de rua, pelo Projeto Doe Amor, como incentivo para que a população se engaje na causa. A primeira entrega acontece na quinta-feira (30). 

“O foco principal é que o máximo de pessoas faça em casa a receita e distribui na sua rua, na sua comunidade, no seu bairro, na sua cidade. Cada um fazendo um pouco, se torna muito e ameniza o sofrimento das pessoas mais necessitadas”, disse o chef Fernando Amaral.

Tags: covid-19 Gatronomia Solidária novo coronavírus pandemia
A+ A-