Aprenda a fazer uma deliciosa frittata usando um toque de imaginação

Especialidade da culinária italiana, receita normalmente é recheada com diferentes ingredientes.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Felipe Rau
Frittata pode ser preparada com legumes, queijos, carnes ou o que mais a sua imaginação ou estômago mandar.

A frittata, uma espécie de prima mais generosa da omelete, pode ser preparada com legumes, queijos, carnes ou o que mais a sua imaginação ou estômago mandar.

A receita vai de prato principal, se servida com uma salada verde, a um acompanhamento, se optar por servir junto com a proteína de sua preferência.

Ingredientes

10 ovos

3 colheres (sopa) de creme de leite

3 colheres (sopa) de parmesão

3 colheres (sopa) de mussarela ralada

3 tomates picados

3 abobrinhas em cubos

12 minimussarelas de búfala

manjericão

sal

alho

6 colheres (sopa) de azeite

Preparo

1 - Bata dez ovos, um a um, com 3 colheres (sopa) de creme de leite. Junte 3 colheres (sopa) de parmesão, 3 de mussarela ralada; 3 tomates picados, 3 abobrinhas em cubos, 12 minimussarelas de búfala, manjericão, sal e pimenta.

2 - Passe alho numa frigideira antiaderente, ponha 6 colheres (sopa) de azeite, deixa aquecer e despeje a mistura.

3 - Vá descolando as laterais até a massa ficar encorpada, cerca de 3 minutos. Leve a frigideira ao forno médio, por 15 minutos.

 Como a frittata deve ser:

- Redonda e alta, de acordo com o formato da panela.

- Consistente, tem a superfície de cor de avelã e interior cozido, mas úmido.

- Recheada com vegetais (cozidos), carnes, queijos – e até massa curta, como gostam os napolitanos. Vale quase tudo – uma das poucas heresias é alface!

- O recheio é misturado aos ovos antes de ir para o fogo. Cozida em fogo baixo. Fatiada antes de ser servida.

- Fria é antepasto. Quente é prato.

- Truques Não bata demais os ovos, vire com a ajuda da tampa da panela e não deixe dourar.

Tags: Frittata gastronomia receita
A+ A-