Messi recua e avisa que vai permanecer no Barcelona por mais uma temporada

Após impasse sobre rescisão, argentino decide cumprir o ano restante de contrato para evitar pagamento de multa.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Rafael Marchante/Reuters
Messi havia pedido para deixar o Barcelona, mas teve de mudar de opinião ao ser questionado sobre multa rescisória de R$ 4,3 bilhões.

Em decisão anunciada nesta sexta-feira (4), o atacante Messi informou aos fãs que vai cumprir seu contrato com o Barcelona até o fim da temporada, que se encerra em junho de 2021. Dessa forma, o jogador argentino permanece no clube que o lançou no futebol 16 anos atrás. Seu desejo era deixar o time juntamente com alguns de seus companheiros após a contratação do técnico holandês Ronald Koeman. "Eu vou continuar no clube porque o presidente me disse que a única forma de sair é pagar 700 milhões de euros (R$ 4,3 bilhões)", disse o argentino em entrevista ao site Goal.

Messi havia enviado um pedido de rescisão oficial ao Barcelona na semana passada, em caráter irrevogável. Mas teve de mudar de opinião ao ser questionado sobre multa rescisória de R$ 4,3 bilhões. O jogador e seu estafe queriam romper o acordo sem qualquer ônus. Mas como seria necessário entrar numa briga jurídica, o camisa 10 repensou. "Nunca iria a um tribunal contra o Barça porque é o clube que amo, que me deu tudo desde que cheguei. É o clube da minha vida, eu fiz minha vida aqui", disse.

Também pesou para a decisão do jogador ver a reação da família. "Quando avise que desejava ir embora para minha mulher e meus filhos, foi um drama brutal", disse Messi. "Todos começaram a chorar. Meus filhos não queriam deixar Barcelona nem queriam mudar de escola", comentou. O argentino é casado com Antonella Rocuzzo e tem três filhos: Thiago, Mateo e Ciro.

No entanto, o principal fator que fez Messi continuar no time catalão foi o entendimento por parte dele de que deveria pagar uma multa. O contrato assinado entre as duas partes previa que para sair de graça, o argentino deveria avisar a diretoria até 10 de junho. Porém, baseado em um entendimento de que a temporada se estendeu por causa da pandemia do novo coronavírus e o prazo poderia ser modificado, o argentino só fez a comunicação ao Barcelona em agosto.

Messi admite que ao ser avisado e convencido da multa, decidiu ficar. "Eu pensava e tinha certeza que estava livre para sair. O presidente (Josep Bartomeu) sempre dizia que no final da temporada eu poderia decidir se ficava ou não. Agora eles se agarram ao fato de que eu não disse isso antes de 10 de junho", explicou. Depois, avisado do valor da multa, o argentino repensou a escolha por sair.

"E é por isso que vou continuar no clube. O presidente me disse que a única maneira de sair era pagando a cláusula de 700 milhões de euros e que isso é impossível", comentou Messi, que apesar de todo o problema encarado, garante ter um grande amor pelo clube. "Eu amo Barcelona e não vou encontrar lugar melhor do que aqui em qualquer lugar. Mesmo assim, tenho o direito de decidir. Eu iria procurar novos objetivos e novos desafios. E amanhã posso voltar, porque aqui em Barcelona tenho de tudo", disse.

"Mas olhei mais longe e quero lutar ao mais alto nível, ganhar títulos, disputar a Liga dos Campeões. Você pode ganhar ou perder, porque é muito difícil, mas você tem que competir. Pelo menos competir e não nos desintegrar em Roma, Liverpool, Lisboa. Tudo isso me levou a pensar naquela decisão que queria realizar", disse o astro, referindo-se aos maus jogos realizados pelo Barcelona, principalmente a goleada por 8 s 2 sofrida na Liga dos Campeões."

Durante a entrevista, Messi contou detalhes particulares do problema familiar que teve ao decidir sair do Barcelona. "Mateo ainda é pequeno e não percebe o que significa ir para outro lugar e viver alguns anos em outro lugar. Thiago é mais velho. Ele ouviu algo na televisão e descobriu algo e perguntou. Eu não queria que ele soubesse nada sobre ser forçado a sair, ter que morar em uma nova escola ou fazer novos amigos. Ele acreditou em mim e disse 'não vamos'. Repito que foi difícil mesmo".

Tags: Barcelona Messi
A+ A-