Ewerton renova com o América até o final de 2023

Jogador vem se destacando com a camisa de número 1 desde a temporada.

Da redação,
Canindé Pereira / América FC
Cria do América, Ewerton treina entre os profissionais do time desde os 15 anos e é atualmente o goleiro titular do alvirrubro.
O grupo americano realizou nesta quarta-feira (15) o primeiro treinamento em terras potiguares no retorno do futebol e a novidade do dia foi a renovação do goleiro Ewerton até o final de 2023. O jogador, que vem se destacando com a camisa de número 1 desde a temporada passada sendo peça fundamental na conquista do título estadual, espera poder acrescentar ainda mais no alvirrubro.

"Estou me sentindo bastante feliz juntamente com eu empresário e o presidente (Leonardo Bezerra). A gente conversou sobre a renovação e viu que era uma tanto pra mim quanto pro clube, e meu pensamento é focar mais ainda e poder sempre ajudar o o clube e a nossa equipe, e espero dar bastante frutos para o América", disse Ewerton.

O atleta, que é "cria" das categorias de base do clube e treina entre os profissionais desde os 15 anos a pedido do preparador de goleiros Rodrigo Gomes, se mostrou feliz com o acerto e revelou o desejo de permanecer defendendo as cores do Orgulho do Rio Grande do Norte.

"Falei pra ele (empresário) que queria ficar e ele achou uma boa pra mim e comprou a minha ideia. A gente tem uma parceria, mesmo. Ele me escuta, eu escuto ele e a gente senta, vê o que é melhor e ele viu que era melhor pra mim eu eu também, que é ficar no clube e estou bastante feliz em poder renovar o contrato", comemorou o goleiro.

A primeira partida de Ewerton no time profissional aconteceu no dia 13 de agosto de 2016 contra o Salgueiro (PE) pela Série C do Campeonato Brasileiro. Com 16 anos, o goleiro chegou na Arena das Dunas como opção e por obra do destino precisou ser escalado por conta das lesões de Daniel (então titular) e Camilo (reserva imediato). Apesar da importância do jogo, não sentiu a pressão e o final, 2 a 0 para o América, com gols de Luiz Eduardo e Lúcio Curió.

Tags: Futebol
A+ A-