Com possível estreia de Kalou, Botafogo busca reabilitação contra o Coritiba

Regularizado na CBF, marfinense de 35 anos fica à disposição do técnico Paulo Autuori para o jogo de hoje.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Vitor Silva / Botafogo
Atacante Kalou pode estrear pelo Botafogo contra o Coritiba pelo Brasileirão nesta quarta-feira.

O Botafogo perdeu sua invencibilidade no Campeonato Brasileiro ao ser derrotado pelo líder Internacional na última rodada e agora busca se reabilitar na competição. O time carioca recebe o Coritiba, nesta quarta-feira, às 20h30, no Engenhão, em duelo válido pela sétima rodada e que pode marcar a estreia do marfinense Salomon Kalou.

Com um jogo a menos, o Botafogo só venceu uma vez em cinco partidas até aqui. Empatou outras três e levou 2 a 0 do Inter no último sábado. Na ocasião, o time do técnico Paulo Autuori reclamou muito de dois gols anulados com o auxílio do VAR, mas fato é que a performance caiu e a equipe, com seis pontos, está na 15ª colocação, a um ponto da zona de rebaixamento.

Para mudar esse cenário, Autuori pode promover a estreia de Kalou. O atacante de 35 anos foi inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol na semana passada e tem condições de defender a equipe carioca nas competições nacionais.

Com a regularização, o atleta da Costa do Marfim aguarda uma chance do treinador, que não indicou um prazo para a estreia do reforço estrangeiro. Kalou, ao chegar ao clube carioca, exibiu boa forma física. Mas só começou a treinar com no grupo na semana passada. A preocupação da comissão técnica é com a falta de entrosamento com o time e também com a falta de ritmo do jogador. Sua última partida foi em 30 de novembro. O mais provável é que comece entre os reservas e entre no decorrer do jogo.

Certo é que Autuori não conta mais com Danilo Barcelos, que pediu para ser negociado com o Fluminense, nem com Cícero e Ruan Renato, dispensados e que vinham jogando pouco. No caso do meio-campista, um fator que contribuiu para sua saída foi o alto salário, um dos maiores do elenco.

A saída do trio é mais um movimento de renovação no elenco botafoguense, que perdeu jogadores de maior experiência e maior salário nos últimos meses, como Joel Carli, Alex Santana e Rodrigo Pimpão. Sem Danilo Barcelos, que deve jogar na esquerda é Guilherme Santos, que vinha atuando como ponta. O titular da posição, Victor Luis, se recupera de uma cirurgia para retirada do apêndice.

Haverá mudanças na escalação. A baixa é o volante Caio Alexandre, suspenso após receber o terceiro cartão amarelo contra o Inter. Por outro lado, Honda, preservado na última rodada, vai para o jogo. É provável que o atacante Luis Henrique também retorne à equipe. O rodízio de peças deve continuar e, com isso, mais atletas podem ser poupados.

"Temos um grupo muito enxuto, com muita juventude e outros com mais experiência. Tenho que junto com a comissão técnica analisar e salvaguardar. O problema não é o jogo seguinte, é o que já está acumulado e o que vai vir pela frente. Setembro será totalmente cheio de jogos", explicou Autuori.

Caio Alexandre pode ser substituído por Luiz Otávio ou, então, Rafael Forster, zagueiro que tem sido utilizado em uma linha mais adiantada. Há ainda a expectativa para a regularização do colombiano Rentería, recém-contratado.

DESFALQUES

Lesionados, o zagueiro Rhodolfo e o lateral-direito Patrick Vieira não foram relacionados pelo Coritiba para enfrentar o Botafogo.  Para este duelo, o técnico Jorginho deve utilizar Rodolfo Filemon na zaga e o lateral Jonathan na direita. Outra novidade é o volante Hugo Moura, recém-contratado por empréstimo do Flamengo. Ele foi regularizado e já fica à disposição, mas deve começar a partida no banco de reservas.

Tentando consolidar sua reação na tabela do campeonato, o time paranaense vem de vitória, sobre o Sport, no fim de semana, na estreia do treinador. Após o triunfo, Jorginho admitiu que a equipe precisa mostrar maior evolução para reagir neste início de campeonato. "Uma diferença clara que eu vou conseguir implantar é sermos rápidos, mas prudentes, e também trabalhar a bola. Estávamos jogando um futebol vertical, mas a equipe estava desorganizada defensivamente. Precisa ter o equilíbrio", comentara.

Para o jogo desta quarta, Jorginho indicou que deve escalar o Coritiba com Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Matheus Galdezani, Matheus Sales e Luiz Henrique; Robson, Neilton e Sassá.

Tags: Futebol
A+ A-