Atlético-MG estreia contra Raja Casablanca

Galo busca chegar à final contra o Bayern de Munique, que venceu ontem o Guangzhou Evergrande.

Portal da Band,
Bruno Cantini/Flickr Atlético-MG
Ronaldinho busca título do Mundial da Fifa, após perder para o Inter em 2006 com o Barcelona.

O Atlético-MG, classificado diretamente às semifinais do Mundial de Clubes da Fifa, estreia contra o Raja Casablanca, campeão do país organizador, o Marrocos, nesta quarta-feira em Marrrakech, com a intenção de fazer história e dar ao Brasil o quinto título na competição. A partida será transmitida a partir das 17h (horário de Brasília, 16h em Natal) ao vivo pela Band e terá lance a lance no Portal da Band.

O Galo esperava encarar o Monterrey nas semifinais, mas a equipe mexicana foi derrotada na fase anterior pelo campeão marroquino por 2 a 1, com um gol na prorrogação.

O Atlético-MG quer agora inspirar-se no São Paulo de 2005, no Internacional de 2006 e no Corinthians de 2012, que conquistaram o Mundial de Clubes apesar do favoritismo dos campeões europeus.

Mas para sonhar com uma eventual final com o Bayern de Munique, que nesta terça-feira atropelou por 3 a 0 o Guangzhou Evergrande, da China, o Galo deve primeiro passar pelo Raja Casablanca.

Para isto, a equipe mineira conta com um forte ataque composto pela estrela Ronaldinho Gaúcho, Jô e Diego Tardelli.

"O Raja Casablanca é uma equipe que joga fechada, fica com a bola no pé e chuta pouco ao gol. Vamos ter que usar a qualidade de cada um para tentar superar esta muralha defensiva", disse Tardelli.

Ronaldinho, grande nome da equipe do técnico Cuca, tem a oportunidade de conquistar o título que escapou em 2006, quando ele ainda jogava pelo Barcelona e perdeu para o Internacional (1 a 0) na final.

Kouko Guehi, o meia marfinense autor do gol na prorrogação que levou o Raja às semifinais, mostrou-se feliz em enfrentar Ronaldinho.

"Desde pequeno meu sonho era ver Ronaldinho em pessoa, então jogar contra ele vai ser algo grandioso. Ao entrar em campo, tudo vai mudar, vamos jogar uma partida de futebol, vamos jogar como homens e depois pensaremos em Ronaldinho, mas fico muito feliz em poder jogar contra ele", declarou Guehi.

"Ter levado minha equipe às semifinais é um sonho para mim, é mais que um sonho. Tudo é possível e podemos chegar à final, mas é algo incrível estarmos nas semifinais. É preciso felicitar todo o grupo, não é apenas graças a mim", ressaltou.

O Raja Casablanca, que mudou de técnico uma semana antes do início da competição e hoje é comandado pelo tunisiano Faouzi Benzarti, é o nono colocado no Campeonato Marroquino deste ano e encontrou dificuldades para derrotar o Auckland City no duelo preliminar (2 a 1) da competição.

A equipe local, porém, após as vitórias sobre o Auckland e o Monterrey e contando com o apoio de uma das torcidas mais barulhentas do país, ganhou o direito de sonhar.

"Tenho confiança na equipe e tenho confiança em mim mesmo. Este grupo de jogadores me surpreendeu positivamente", afirmou o técnico, que assumiu o cargo em 4 de dezembro.

"Contra o Atlético-MG, precisamos acreditar. É preciso acreditar. É preciso ser otimista", concluiu.

Veja as prováveis escalações:

Raja Casablanca: Khalid Askri; Zakaria El Hachimi, Ismail Benlamalem, Mohamed Oulhaj e Adil Karrouchy; Kouko Guehi, Issam Erraki, Mohsine Moutaouali e Chemseddine Chtibi; Abdelilah Hafidi e Mouhssine Iajour. Técnico: Faouzi Benzarti (TUN).

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Lucas Candido; Pierre, Josué, Ronaldinho e Diego Tardelli; Fernandinho e Jô. Técnico: Cuca.

A+ A-