ABC e América decidem hoje a final do 1° turno no estádio Frasqueirão

Alvinegro precisa apenas de um empate para garantir título da Copa Cidade do Natal.

Da redação,
Andrei Torres/ABC FC
ABC e América decidem o título da Copa Cidade do Natal na noite desta quarta-feira, no estádio Frasqueirão.
ABC e América decidem o título da Copa Cidade do Natal na noite desta quarta-feira (18), a partir das 20h30, no estádio Frasqueirão. Por ter a melhor campanha do 1° turno, o alvinegro chega à decisão precisando de apenas um empata para levar a taça. Em contrapartida, para os rubros só a vitória interessa.

Para a decisão de hoje, os dois técnicos fazem mistério sobre a escalação de suas equipes. Tanto o comandante alvinegro, Francisco Diá, quanto o alvirrubro Roberto Fernandes fecharam os treinos durante a semana.

No departamento médico, o alvinegro tem alguns desfalques importantes para a partida desta noite. Valderrama e Wallyson são dois dos principais desfalques da equipe – que também não contará com Ronaldo e Vinicius Paulista.

Pelo lado americano, o único desfalque confirmado é o zagueiro Alisson Brand, que ainda não jogou na temporada por estar se recuperando de lesão. Embora tenha saído de campo machucado no último jogo contra o CRB no sábado passado, o clube não se pronunciou sobre a situação do volante César Sampaio.

O técnico do América, Roberto Fernandes, disse até que já tem o time titular na cabeça, mas que não vai divulgar a escalação. “O time está definido, está escalado, e na hora oportuna todos saberão”, revelou o comandante rubro.

Apesar do ABC jogar por dois resultados, vitória e empate, Roberto Fernandes disse não acreditar que o alvinegro irá jogar com o regulamento. “Não acredito em nenhum momento que o ABC vá levar em consideração a vantagem do empate e fazer um jogo reativo. Será um jogo em que as duas equipes vão buscar a vitória e o torcedor que comparecer vai ver um grande jogo”, destacou.

Segurança no estádio e imediações

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ), a Defensoria Pública Estadual, as Polícias Civil e Militar e a Federação Norteriograndense de Futebol se uniram ao MP para juntos somar esforços para que os torcedores e famílias voltem a frequentar os estádios e praças esportivas sem medo.

“A campanha é uma tentativa de entendimento com as torcidas, principalmente, para que superemos essa escalada de violência sem que para isso precisemos recorrer a medidas ostensivas”, declarou o procurador-geral de Justiça do MP, Eudo Leite, reforçando que o MP, além da campanha, montou uma comissão especial para acompanhar os inquéritos que dizem respeito aos torcedores violentos, vai tomar outras medidas visando identificar cada um dos maus torcedores e buscar judicialmente o afastamento dos mesmos dos estádios, e, enfim, buscará acordos com as arenas esportivas, torcidas organizadas e Federação no sentido de reforçar a segurança e afastar os torcedores violentos das praças esportivas.

A comissão envolve membros da 79ª Promotoria de Justiça Criminal, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Centro de Apoio às Promotorias de Justiça Criminais (Caop Criminal). “O papel do Ministério Público é apoiar o bom torcedor, mas também investigar o mau torcedor”, destacou o titular da 79ª Promotoria de Justiça Criminal, Luiz Eduardo Marinho Costa. 

Para o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Canindé de Araújo Silva, a campanha conjunta é de fundamental importância. “Conclamamos os cidadãos para que vão na paz para os estádios”, complementou. 

O juiz auxiliar da presidência do TJ garantiu medidas como um juizado específico com escalas de plantão para os dias dos jogos. “Nossas tratativas são para elaborar medidas mais compatíveis para diminuir a violência nos estádios. Isso precisa acabar, pois sem a participação do torcedor, não tem sentido a partida.”

“Essa campanha é muito oportuna. Quando a família vai aos jogos é lazer, é exercício da cidadania e a segurança é um direito para eles. Precisamos garantir essa segurança. Temos uma coordenação especial geral para os jogos, assim como um delegado supervisor do dia”, contou a delegada-geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PC).

A Polícia Civil também implementou uma comissão específica para analisar os inquéritos instaurados. “Além disso, estamos garantindo uma equipe da PC para a lavratura dos Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) no local dos jogos, para que não haja prejuízo ao policiamento extensivo no local das partidas”, acrescentou. 

Para o jogo desta quarta-feira (19), o comandante-geral da Polícia Militar, Alarico José Pessoa Azevedo Júnior, anunciou que o planejamento para a segurança inclui 640 policiais em serviço extra que vão se dividir pelas imediações e paradas de ônibus no entorno do Estádio Maria Lamas Farache, o Frasqueirão, além de patrulhamento nas vias de acesso ao local desde a zona norte e a nona sul. “As torcidas terão local específico para se reunir e serão acompanhadas para o estádio em horários distintos”, contou.

Tags: Futebol
A+ A-