Funvic Natal jogará pela Superliga 21/22 duas vezes em cinco dias

Equipe fará os jogos adiados contra o Brasília Vôlei e o Goiás Vôlei.

Da redação,
Juliana Kageyama/Sesi
Os dois confrontos terão transmissão pelo Canal Vôlei Brasil

Os jogadores do Funvic Educacoin Natal enfrentarão uma pequena maratona a partir desta sexta-feira, dia 28 e o dia 2 de fevereiro. O time potiguar realizará as duas partidas que foram adiadas no início do returno em razão do surto de Covid-19, válidas pela primeira e segunda rodadas.

Nesta sexta receberá o Brasília Vôlei, a partir das 19h, no Palácio dos Esportes, e na próxima quarta, dia 2, vai a Goiânia para enfrentar o Goiás Vôlei, a partir das 19h30, no Ginásio do Rio Vermelho. Os dois confrontos terão transmissão pelo Canal Vôlei Brasil.

Apesar do tempo apertado entre as partidas, sem contar o desgaste com deslocamento, o Funvic Educacoin Natal está otimista com relação a um bom desempenho e a chance de voltar a vencer na Superliga 21/22. Afinal, as duas partidas têm grande importância, pois serão contra adversários diretos na briga por uma vaga na segunda fase.

E a primeira chance, contra o time do Distrito Federal, será em casa, com o apoio da torcida e a equipe quer aproveitar essa vantagem para buscar um resultado positivo. No primeiro turno, o representante nordestino venceu na casa do adversário por 3 sets a 1.

O técnico interino Adalberto Fragoso ressalta a importância de resultados positivos nas duas partidas. “São jogos fundamentais para nossa equipe. Dois confrontos diretos que, se conseguirmos vencer, praticamente garantiremos a presença na fase seguinte da Superliga 21/22. Mas vamos dar um passo de cada vez, primeiro focando no time do Brasília para depois pensar no Goiás”, explica. 

Ele também está bastante animado com o empenho do grupo. “Equipe está bem, trabalhando forte, em um ambiente agradável. Todos são profissionais e sabem da importância de voltarmos a vencer e isso nos dá muita confiança”, destaca.

O líbero Thales Hoss reforça as palavras do técnico. “Não tem como ser diferente. Precisamos vencer e estamos estudando as equipes, focando em como neutralizar o jogo deles, além de trabalhar muito para impor nosso ritmo e conseguir os resultados positivos. Temos treinado muita linha de passe para deixar a bola na mão do levantador, possibilitando bons ataques”, ressalta.

Tags: funvic natal natal superliga volei
A+ A-