MEC analisa se também houve erro na correção do 1º dia do Enem

Inicialmente, o ministério havia dito que o problema tinha ocorrido apenas no segundo dia de aplicação do exame, afetando 9 mil candidatos.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Wilson Dias/Agência Brasil
No sábado, Abraham Weintraub havia dito que o problema na correção tinha ocorrido apenas no segundo dia de aplicação do exame.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) informou nesse domingo (19) que também está analisando se houve erros na correção das provas do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No sábado (20), em entrevista coletiva, o ministro Abraham Weintraub havia dito que o problema na correção tinha ocorrido apenas no segundo dia de aplicação do exame e que teria afetado 9 mil candidatos. 

O Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação, informou que a ampliação da análise ocorreu para "tranquilizar" e dar segurança aos candidatos, já que muitos estão pedindo nas redes sociais para que houvesse a revisão também do primeiro dia.

O Enem é feito em dois domingos. No primeiro dia, os candidatos fazem a redação e as provas de Ciências Humanas e Linguagens. No segundo, a de Ciências da Natureza e Matemática.

O MEC manteve a data de abertura das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para esta terça-feira (21). É por esse sistema que os candidatos usam suas notas no Enem para tentar uma vaga em cursos e universidades.

Tags: Abraham Weintraub Enem 2019 erro na correção MEC
A+ A-