TRE diz que cerca de 1,5 mil seções eleitorais serão desativadas no RN

Número de eleitores por seção deve ser ampliado devido a problemas na aquisição de novas urnas.

Rafael Araújo,
TRE
Com problemas por falta de urnas, TRE pretende desativar 1,5 mil seções eleitorais no RN, o que corresponde a 20% do total no Estado.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) irá desativar no Rio Grande do Norte cerca de 1,5 mil seções eleitorais para as eleições deste ano, o que representa 20% do total no Estado. A informação foi repassada ao portal Nominuto.com pelo secretário de Tecnologia da Informação do TRE, Marcos Maia.

A situação ocorre porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não conseguiu comprar novas urnas para a realização do pleito deste ano. Apesar de manter o processo em andamento, o próprio tribunal admite não haver mais tempo hábil para o uso dos equipamentos em novembro, quando os brasileiros escolherão prefeitos e vereadores.

“A licitação do TSE para compra de novas urnas não teve como ser concluída. Além disso, também temos uma grande defasagem tecnológica e muitas urnas que foram utilizadas nas últimas eleições, são de 2008 e não poderão mais ser utilizadas no pleito deste ano. Soma-se a isso ainda o crescimento do eleitorado, que praticamente todo ano ocorre”, comentou Marcos Maia.

Isso tudo relatado pelo secretário fez com que o TRE tivesse que fazer ajustes para as eleições deste ano, permitindo o aumento do número de eleitores por seção e consequentemente desativando temporariamente 1,5 mil seções eleitorais.

“Hoje na capital é permitido no máximo 500 eleitores por seção, pretendemos ampliar esse número para 505. No interior, a capacidade máxima é de 400 para cada seção e a nossa proposta é aumentar este número limite para 420”, relata.

Tags: Eleições
A+ A-