Rejeição a Bolsonaro cai, mas Lula vence em 1° turno, aponta Genial+Quaest

Se as eleições para a presidência da República fossem hoje, o ex-presidente Lula seria eleito no primeiro turno em todos os cenários apresentados.

Da redação,
Agência Brasil
O ex-presidente Lula também leva vantagem nas simulações do segundo turno: 55% a 31% contra Jair Bolsonaro, 53% a 29% contra Sergio Moro.

A pesquisa da Genial+Quaest divulgada nesta quarta-feira (7), apontou que a reprovação a Jair Bolsonaro (PL) caiu de 56% em novembro para 50%, fora da margem de erro de dois pontos. O levantamento também mostrou que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), venceria as eleições ao Palácio do Planalto em 1° turno.

Já a visão positiva do governo Bolsonaro passou de 19% para 21%. A queda na reprovação foi verificada quase todas as regiões e estratos sociais, exceto no Nordeste, embora a visão negativa ainda seja predominante. 

Se as eleições para a presidência da República fossem hoje, o ex-presidente Lula seria eleito no primeiro turno em todos os cenários apresentados. O petista apresentou intenções de votos maiores que a somas das de seus adversários, variando de 46% a 48%. 

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos), passou de 8% para 11%, mas seu adversário direto, Bolsonaro, teve crescimento igual, de 21% para 24%. 

O ex-presidente Lula também leva vantagem nas simulações do segundo turno: 55% a 31% contra Bolsonaro, 53% a 29% contra Moro e 54% a 21% contra Ciro Gomes (PDT). 

Em relação a rejeição, 64% dos eleitores dizem que não votariam em Bolsonaro, já Moro vem em seguida com 61% e Lula aparece em quinto, com 43%. 

A pesquisa ainda mostrou que a economia, em especial o desemprego, é o tema que mais preocupa dos eleitores. A fome e o crescimento da miséria também aparecem em destaque.

*Com informações do Canal Meio

Tags: Jair Bolsonaro Lula moro
A+ A-