Número de urnas substituídas diminui do 1° para o 2° turno

Das 361.435 urnas sem identificação biométrica, foram substituídas, no 1° turno, 3.693. Já no 2° turno esse número caiu para 2.499.

Da redação, TSE,

A Justiça Eleitoral (JE) registrou significativa redução, do 1° para o 2° turno das Eleições 2014, na quantidade de urnas eletrônicas substituídas durante o pleito.

Das 361.435 urnas sem identificação biométrica, incluindo as utilizadas para justificativas, foram substituídas, no 1° turno, 3.693 urnas eletrônicas. Já no 2° turno esse número caiu para 2.499, apresentando uma redução de 32,33%. Quanto às 72.622 urnas eletrônicas com identificação biométrica, também incluídas as de justificativas, a JE substituiu 1.582 urnas no 1° turno, e 981 no 2° turno, registrando queda de 37,99% nas substituições.

Dentre os municípios com 100 ou mais seções eleitorais, o que teve maior número de urnas substituídas foi Palmares (PE), com a troca de oito das 121 urnas eletrônicas, todas com identificação biométrica. Em segundo ficou o município de Almirante Tamandaré (PR), que teve 12 das 183 urnas eletrônicas substituídas, seguido de Moreno (PE), com a substituição de oito das 123 urnas, essas também com identificação biométrica. Outros dois municípios do Rio Grande do Sul, Camaquã e Canguçu, tiveram 10 das 155 e 158 urnas, respectivamente, trocadas.

Apenas três seções eleitorais em todo o país realizaram votação manual, sendo uma em São Paulo (SP), outra em Unaí (MG), e em João Alfredo (PE). 

Ocorrências

No balanço final do 1° e 2° turno das eleições foi registrado um total de 1.170 ocorrências. Destas, 513 resultaram em prisão e outras 657 foram solucionadas sem que nenhum cidadão fosse preso. As principais ocorrências foram de boca de urna, com 434 registros (274 com prisão e 160 sem prisão), e divulgação de propaganda, com 327 registros (64 com prisão e 263 sem prisão).

O Rio de Janeiro foi o estado que mais contabilizou ocorrências. Ao todo, foram 275 (174 com prisão e 101 sem prisão). Em seguida, vêm o Rio Grande do Norte, com 119 registros (37 com prisão e 82 sem prisão), e Minas Gerais, com 111 ocorrências (42 com prisão e 69 sem prisão).

Não foi registrada nenhuma ocorrência em todo o país envolvendo candidatos.


Tags: urna
A+ A-