Ensino híbrido vira solução para retorno às aulas durante a pandemia em Natal

Enquanto um grupo acompanha as atividades escolares presencialmente, outro estuda de casa.

Da redação,
Divulgação
Dentro das salas de aulas, os alunos respeitam a distância mínima de 1,5 metro e trabalhos em grupos não são permitidos.

SELO-CORONA-100A pandemia do novo coronavírus exigiu que o mundo se adequasse aos cuidados necessários para o enfrentamento da covid-19. Nesse contexto, a tecnologia se tornou uma ferramenta essencial para a manutenção de serviços.

Na educação, não foi diferente. Com a liberação das aulas presenciais, mas sem poder contar com a carga completa de alunos, o ensino híbrido se tornou a solução ideal para a retomada das atividades na rede particular de Natal.

Este novo modelo consiste na divisão de turmas em dois grupos: um que acompanha as atividades escolares presencialmente e outro que estuda de casa, por meio da internet.

A aluna do ensino fundamental do Complexo Educacional Contemporâneo Geovana Manoel afirmou que ainda não definiu sua preferência para o local de aula, por conta da qualidade do ensino híbrido da instituição, que dispõe de uma interação de forma mais semelhante possível para estudantes dos modelos presencial e remoto.

“Eu acho igual. Fazer aqui ou em casa, não sinto muita diferença em relação ao aprendizado. O que muda mesmo é a convivência com os colegas”, comentou.

Além dos cuidados tomados para o retorno dos alunos na escola, o Contemporâneo também estabeleceu um modelo de ensino virtual que permite um processo de acompanhamento mais próximo e eficaz por parte dos pais e educadores.

Segundo a professora Irany Xavier de Andrade, dirigente da escola, os alunos já estão habituados com a forma de ensino empregada online. De acordo com a educadora, os procedimentos de aplicação da avaliação são seguidos normalmente. O estilo é o mesmo de quando foi decretado o fechamento das escolas e as aulas tiveram que ser remotas.

 “Trabalhamos aqui com as atividades no aplicativo do Google Formulários. As crianças já conhecem e estão habituadas. Estamos adotando essa medida desde o início da pandemia, quando foi liberado esse processo de avaliação. Antes de iniciar a atividade, o professor lê toda a prova e, em seguida, elas recebem o link para que possam resolver as questões", explicou.

Desde que iniciou o retorno gradual, o Contemporâneo tem tomado todos os cuidados estabelecidos no protocolo de segurança para enfrentamento à covid-19.

Dentro das salas de aulas, os alunos respeitam a distância mínima de 1,5 metro e trabalhos em grupos não são permitidos. A higienização é feita com frequência dentro da instituição e álcool gel é disponibilizado para os estudantes.

Tags: covid-19 ensino híbrido novo coronavírus pandemia
A+ A-