Alunos da SESI Escola participam de Concurso Internacional de Redação apoiado pela Unesco

Concurso de redação é organizado em um esforço para estimular a energia, criatividade e iniciativa da juventude mundial na promoção de uma cultura de paz e desenvolvimento sustentável.

Da redação, Sesi,
Reprodução
A iniciativa visa inspirar a sociedade a aprender com as mentes dos jovens e a pensar sobre como cada um pode fazer a diferença no mundo.

Um grupo de alunos da SESI Escola de Mossoró estão participando do Concurso de Redação para Jovens (International Essay Contest for Young People), uma iniciativa da Goi Peace Foundation apoiada pela UNESCO. Realizado anualmente, o concurso de redação é organizado em um esforço para estimular a energia, criatividade e iniciativa da juventude mundial na promoção de uma cultura de paz e desenvolvimento sustentável.

Matheus Cardoso de Andrade, Maria Eduarda Aquino, Maria Eduarda Lemos, Marynna Rafaela Silva, Sthella Alves Nunes, Maria Eduarda Medeiros, Maria Oliveira Rebouças, e Yasmim Fernandes estão inscritos no concurso que faz parte de um programa internacional no âmbito da Educação para o Desenvolvimento Sustentável da UNESCO: Rumo ao cumprimento dos ODS (ESD para 2030).

Este ano, o Concurso de Redação traz o tema “What is Life?”, ou seja “O que é a vida?” – em tradução livre do inglês. A participação dos alunos se deu a partir da iniciativa do professor de inglês da SESI Escola, Airton Baracho. “Vi no concurso uma grande oportunidade para que os alunos participassem e pudessem expressar suas habilidades na língua inglesa”, afirma.

O concurso é voltado para jovens de todo o mundo que tenham menos de 25 anos. A iniciativa visa inspirar a sociedade a aprender com as mentes dos jovens e a pensar sobre como cada um pode fazer a diferença no mundo.

A supervisora pedagógica da SESI Escola, Jordana Lorena, explica que os ensaios devem ter no máximo 700 palavras e ser escritos em uma das seguintes línguas: inglês, espanhol, francês ou alemão. Há ainda a possibilidade de escrever até 1.600 caracteres em japonês. Na contagem, não são considerados o título e a página de rosto.

“Os ensaios podem ser escritos à mão, datilografados ou impressos, enviados pelo correio ou pelo do site do concurso. As redações devem ser originais e não publicadas, e plágios serão rejeitados. Os textos devem ser escritos por uma única pessoa”, acrescenta Jordana Lorena.

Após o envio, os direitos autorais dos ensaios serão atribuídos ao organizador da competição. “Parabenizo aos nossos alunos e ao professor pela participação no concurso”, conclui a supervisora.

Tags: concurso Educação Sesi Escola
A+ A-