RN perde 13 mil empregos com carteira assinada em 2020

Dados do Caged foram divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério da Economia.

Da redação,
Arquivo/Agência Brasil
Segundo dados do Caged, no Rio Grande do Norte, em abril, foram fechados 8.303 postos de trabalho com carteira assinada.

O Rio Grande do Norte fechou, entre os meses de janeiro e abril, mais de 13 mil postos de trabalho com carteira assinada, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério da Economia. O saldo negativo é resultado de 53.151 demissões e 40.043 contratações.

Os dados do Estado não diferem muito dos nacionais: a pandemia do novo coronavírus fechou 1,1 milhão de vagas com carteira assinada no Brasil em março e abril. Só em abril foram fechados 860.503 postos de trabalho, o pior resultado para meses de abril desde o início da série histórica da Secretaria Especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia - que tem início em 1992. Com isso, foi a maior demissão registrada para esse mês em 29 anos.

No RN, abril também foi o pior mês. Nele, foram fechados 8.303 postos de trabalho. Em março, haviam sido 1.874 empregos perdidos; em fevereiro, 2.639; e, em janeiro, 1.734. No total, foram 13.108 empregos com carteira assinada encerrados no Estado.

Segundo o Ministério da Economia, o setor que mais demitiu no Rio Grande do Norte em abril foi o de serviços. Foram 3.742 postos de trabalho fechados. Em seguida, vem o comércio, com saldo negativo de 2.167. Na sequência, vem a indústria (848), a agropecuária (791) e a construção civil (755). Nenhum setor teve saldo positivo.

Caged

O  Caged constitui importante fonte de informação do mercado de trabalho de âmbito nacional e de periodicidade mensal. Foi criado como instrumento de acompanhamento e de fiscalização do processo de admissão e de dispensa de trabalhadores regidos pela CLT, com o objetivo de assistir os desempregados e de apoiar medidas contra o desemprego. A partir de 1986, passou a ser utilizado como suporte ao pagamento do seguro-desemprego e, mais recentemente, tornou-se, também, um relevante instrumento à reciclagem profissional e à recolocação do trabalhador no mercado de trabalho.

Tags: Caged desemprego RN
A+ A-