Natal está entre as cidades onde turistas vão gastar menos durante a Copa

Estudo da Embratur mostra que custos diários vão chegar a R$ 412 e inclui hospedagem, alimentação, transporte e compras.

Portal 2014,
Vlademir Alexandre/Nominuto.com
Estimativa é que brasileiros e estrangeiros gastem R$ 25,2 bilhões nos 30 dias da competição.

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) divulgou esta semana um estudo sobre o turismo na Copa do Mundo. A estimativa é que brasileiros e estrangeiros gastem R$ 25,2 bilhões nos 30 dias da competição.

Segundo o relatório desenvolvido pela assessoria técnica da Embratur, os brasileiros gastarão R$ 18,35 bilhões em suas viagens. Já os turistas estrangeiros vão desembolsar R$ 6,85 bilhões --no total, são esperados 600 mil pessoas do exterior. 

Hospedagem, alimentação, transporte e compras fazem parte da conta final. Para chegar ao número, a Embratur chegou ao gasto diário em cada uma das 12 cidades-sede. Brasília, que receberá sete partidas, teve a maior cifra: R$ 833. Rio (R$ 824), Belo Horizonte (R$ 709) e São Paulo (R$ 645) vêm em seguida. Natal (R$ 412), Curitiba (R$ 422) e Porto Alegre (R$ 455) devem ter o menor gasto diário.

“O valor total mobilizado na economia a partir das atividades do turismo é muito maior e inclui todo o impacto indireto na cadeia produtiva: o restaurante vai demandar mais verduras do feirante, o vendedor ambulante vai demandar mais gelo; o dono do hotel vai contratar mais bebidas do distribuidor”, disse Flávio Dino, presidente da Embratur.

Na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), estima-se que os turistas tenham desembolsado R$ 660 milhões. Na Copa das Confederações, o valor teria chegado a 321,79 milhões.

Tags: Copa 2014 Copa do Mundo 2014 Natal turismo
A+ A-