Hotelaria espera 80% de ocupação para o Carnatal

Ocupação só não deverá ser melhor porque muitos jovens se hospedam na casa de amigos.

Karla Larissa,
A hotelaria ainda está comemorando a boa ocupação durante o último feriado, da Proclamação da República, quando esteve com 95% de ocupação, e já começa a pensar no Carnatal.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria dos Hotéis (ABIH/RN), Enrico Fermi, a expectativa da hotelaria é de ter 80% dos leitos ocupados.

Segundo Enrico Fermi, a ocupação durante os feridos tem ajudado a amenizar as perdas sofridas pela hotelaria do Estado com a valorização do Real. “Estamos apostando no turismo regional para compensar a perda dos turistas para os destinos internacionais, com o apagão aéreo e o dólar em baixa”, afirma.

O presidente da ABIH acredita que o Carnatal é uma boa oportunidade de atrair esse tipo de turista, mas explica que a ocupação deve ficar aquém do registrado durante os feriados, em razão de o público-alvo do evento ser formado por jovens, que costumam ficar na casa de amigos. “Acontece um intercâmbio, que acaba interferindo na ocupação”, esclarece Fermi.

Fim de ano

Para o período natalino, em que a Prefeitura vem trabalhando na campanha “Natal em Natal”, os hoteleiros ainda não estão muito otimistas. “Se crescermos entre 10% a 15%, com relação ao ano passado, será muito bom. Isso porque Natal não é um período muito bom para a viagem”, comenta.

Já o réveillon, ao contrário do que se pensava, dada a proximidade com o carnaval, que em 2008 será na primeira semana de fevereiro, está sendo aguardado com muita expectativa. “É melhor o carnaval no início de fevereiro porque estende o período das férias. Com o início das aulas em fevereiro, elas vinham sendo interrompidas”, finaliza.
A+ A-