Governo ainda quer parecer sobre viabilidade do Aeroporto de São Gonçalo

Informação foi divulgada nesta terça-feira (28) pelo presidente do BNDES no Senado. Governo contratará consultoria internacional.

Elaine Vládia,
Muito dinheiro já foi gasto para a terraplanagem e canteiro de obras do Aeroporto Internacional de São Gonçalo, mas o governo federal ainda quer saber se há viabilidade. O governo vai contratar uma consultoria internacional de fluxo de cargas para avaliar as necessidades de implantação do terminal. A informação foi divulgada pelo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, nesta terça-feira (28) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal.

Coutinho revelou a informação ao ser indagado pelo senador Garibaldi Alves Filho sobre o nível de prioridade que o BNDES está dando à construção do aeroporto. O presidente da instituição ressalta que tem recomendação para dar atenção especial à obra, vinda diretamente da ministra da Casa Civil, Dilma Roussef. Porém, o estudo que a consultoria externa realizará dará condições de saber qual a realidade do transporte de cargas e passageiros mundial.

Tal levantamento será o primeiro a ser realizado no Brasil, que ainda não dispõe de conhecimentos específicos sobre a redistribuição de cargas e passageiros. Luciano Coutinho disse ainda que pequenos atrasos existem em função de alterações administrativas que ora estão se processando na Infraero, considerada por ele uma importante parceira no empreendimento.
A+ A-