Festividades de Natal devem movimentar R$68,4 bilhões na economia

Para as confraternizações que incluem amigo secreto e lembrancinhas, a expectativa é de que 77% dos consumidores presenteiem este ano, levando a intenção de compra ao patamar de consumo pré-pandemia.

Da redação,
Divulgação
Em média, os brasileiros pretendem comprar 4,5 presentes no Natal e o ticket médio será de R$ 122,78 segundo o levantamento da CNDL.

O retorno das confraternizações natalinas aponta para o aquecimento do comércio no final deste ano: a data deve levar quase 124 milhões de brasileiros às compras e movimentar R$68,4 bilhões na economia, de acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Com o avanço da vacinação, muitos planejam realizar a comemoração de Natal presencialmente com familiares e amigos reunidos novamente. Para as confraternizações que incluem amigo secreto e lembrancinhas, a expectativa é de que 77% dos consumidores presenteiem este ano, levando a intenção de compra ao patamar de consumo pré-pandemia, com estimativas animadoras para lojistas de todos os setores. 

Felipe Furtado, superintendente do Natal Shopping, analisa esse final de ano como um momento crucial para firmar a retomada do setor varejista e calcula que as vendas devam se assemelhar às do final de 2019. 

“Todos estão ansiosos para comemorar o Natal com os reeencontros e nós percebemos nos corredores do shopping que os clientes vêm com a intenção de comprar para presentear a si e a terceiros. Esse vai ser o Natal do Abraço, com o retorno do contato entre familiares e amigos, e isso faz com que queiram celebrar de forma muito especial”, afirma.   

Em média, os brasileiros pretendem comprar 4,5 presentes no Natal e o ticket médio será de R$ 122,78 segundo o levantamento da CNDL. De acordo com a pesquisa, os mais lembrados na hora de presentear serão os filhos (62%), a mãe (45%) e o cônjuge (42%). Além disso, 69% dos consumidores pretendem comprar presentes para si mesmo no Natal. 

Compras presenciais e promoção

Para as compras de fim de ano, o shopping center será o destino de 40% dos consumidores, atrás apenas da internet (45%) e lojas de departamento (43%). Para atrair os clientes, o Natal Shopping apresenta o Natal do Abraço com uma decoração para encantar adultos e crianças. E também lança a promoção de final de ano: a cada R$ 400 em compras, o cliente ganha um ursinho de pelúcia. E também leva um cupom para concorrer a outro urso, esse da Criamigos. Serão ao todo 50 premiados, sendo um cupom por CPF. 

A decoração de Natal do empreendimento coloca em evidência esse momento de reencontros, com ursos gigantes de 3,5 metros de altura em seu entorno, fazendo referência ao “abraço de urso”. E para divertir a criançada, um trenzinho passeia por todo o cenário, que inclui a Casa dos Ursos, com seu berçário dos filhotes e vovô e vovó Urso contando histórias. Tem ainda um parque de diversões com escorregador, balanço acessível a cadeirantes e xícara giratória. Para ter acesso, é preciso resgatar o cupom no app do shopping.

Quem também está de volta é o bom velhinho. Após um ano atendendo à criançada por videochamadas, o Papai Noel agora está em seu lugar tradicional, dessa vez acompanhado pela Naty, elefantinha mascote do shopping, e o seu amigo, o urso Sr. Abraço. 

“Nós sempre buscamos proporcionar uma experiência mágica no Natal e percebemos que os nossos clientes precisavam se sentirem abraçados depois de um período tão difícil, então, preparamos o conceito do Natal do Abraço para que as famílias aproveitem essa oportunidade de viverem momentos únicos juntas novamente”, diz Diana Petta, coordenadora de marketing do empreendimento.

Tags: economia Natal shopping
A+ A-